> Conheça um pouco da história da codoense Ex Cunhada de Osama Bim Landen

Conheça um pouco da história da codoense Ex Cunhada de Osama Bim Landen

Posted on terça-feira, 28 de janeiro de 2014 | No Comments



Depois da teoria da morte de Hitler em Nossa Senhora do Livramento, no Mato Grosso, vamos lembrar de outra ligação brasileira com pessoas históricas - mas nem por isso, bem quistas. Voltemos a história da maranhense que era cunhada de Osama Bin Landen.


Em 23 de setembro de 2001, o Domingo Legal reexibiu uma matéria de 1996 de Roberto Cabrini para o SBT Repórter, que tratava sobre o Afeganistão (em especial o Taliban, braço afegão da Al-Qaeda). Resultado: 31 de média x 17 da Globo. Em seguida, o Domingo Legal conseguiu entrevistar a cunhada do terrorista, a brasileira Isabel Cristina Bayma, que morava na Arábia Saudita, à época do atentado. Confira a notícia da época, do Jornal do Brasil:

A maranhense Isabel Cristina Bayma, cunhada do terrorista Osama Bin Laden, foi localizada ontem na Arábia Saudita pela produção do programa Domingo Legal, do SBT, que a entrevistou por telefone por quase cinco minutos. Durante a transmissão da entrevista, por volta das 20h, o programa atingiu o pico de audiência no dia, com 34 pontos em São Paulo. Cada ponto equivale a 80 mil aparelhos. 

Isabel nasceu em Codó, no interior do Maranhão, mas se mudou ainda criança para os Estados Unidos porque sua mãe se casou pela segunda vez, com um americano. Ela conheceu Khalil Bin Laden, irmão do terrorista, quando ambos estudavam em uma universidade americana. 

Isabel começou a conversa com a repórter do SBT em português, dizendo que não queria fazer comentários sobre o cunhado. ''Nós não vamos comentar nada sobre nada. A única maneira de você conseguir um comentário é com os advogados em Nova York.'' 

A partir daí, passou a só falar em inglês. ''Você não pode imaginar quantas ligações já recebi. Nós não vamos, sob nenhuma circunstância, fazer comentários ou qualquer coisa do gênero, sobre o assunto Osama (Bin Laden). Ninguém desta família vai dar declarações a nenhum meio de comunicação, a ninguém.'' 

Isabel criticou a cobertura que vem sendo feita sobre os atentados e disse que muito do que está sendo afirmado sobre Bin Laden é mentira. ''A mídia do mundo inteiro disse um milhão de coisas erradas, um milhão de mentiras e um milhão de coisas certas. Eu não vou responder nenhuma pergunta sobre o que é verdade e o que não é. Você entende? Todo mundo mentiu, todo mundo disse coisas certas e todo mundo disse a verdade.

Eu não vou lhe dizer o que é mentira, o que é errado e o que é verdade. Vocês precisam entender nossa posição. Nós não vamos comentar esse assunto com ninguém'', disse. 

Isabel e Khalil Bin Laden moram em Jidá, na Arábia Saudita, mas passam parte do ano nos Estados Unidos.

Também costumam vir com freqüência ao Brasil. Em 1988, Khalil foi nomeado cônsul honorário do Brasil em Jidá pelo então presidente José Sarney, graças a sua atuação como cicerone dos brasileiros que circulam pela cidade. Ele montou um escritório para servir como sede do consulado e paga os funcionários que trabalham lá.

Em 1998, por conta dos serviços prestados, foi condecorado com a Ordem do Rio Branco. Khalil não mantém relações com o irmão terrorista, que costuma chamar de ''louco fanático terrorista''. 

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.