> Tem ,muitos crimes a ser desvendadoem codó: Cinco investigadores são nomeados para atuarem na Polícia Civil em Codó

Tem ,muitos crimes a ser desvendadoem codó: Cinco investigadores são nomeados para atuarem na Polícia Civil em Codó

Posted on terça-feira, 28 de janeiro de 2014 | No Comments

A Delegacia Geral de Polícia Civil deu início, na quinta-feira (23), ao processo de distribuição dos 315 profissionais nomeados pelo Governo do Estado, para os municípios do Maranhão.


4ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Codó/MA

O quantitativo total foi dividido de modo a garantir que, com a conclusão do concurso público, as atividades de Polícia Judiciária possam atender à população de todas as cidades maranhenses.
A reunião ocorreu, durante todo o dia, no auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP), onde os assessores técnicos da Polícia Civil apresentaram aos aprovados as regionais e o número de vagas disponíveis em cada cidade.

As Superintendências de Polícia Civil da Capital (SPCC) e Estadual de Investigações Criminais (Seic), Corregedoria Geral, Superintendência de Crimes Funcionais (Scrif) e Núcleo de Inteligência estão recebendo o incremento de 101 investigadores, sendo que 51 foram nomeados do último concurso e 50 serão deslocados do interior para a capital.

Já a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) terá, a partir do próximo mês, 151 novos investigadores, os quais foram distribuídos em 16 delegacias regionais. Além dos investigadores, os nomeados para os cargos de Auxiliar de Perícia Médico Legal, Escrivão de Polícia, Farmacêutico Legista, Médico Legista, Odontolegista e Perito Criminal também puderam optar pelos locais de lotação.

Apenas as delegacias regionais de Caxias e Timon não receberão novos investigadores. Segundo a delegada Maria Cristina Resende, a distribuição obedeceu ao critério de classificação no certame e ainda levou em consideração um levantamento estatístico feito para identificar os índices de criminalidade por cidade e quais estavam sem a presença da Polícia Civil.

A previsão é que, no máximo, 15 dias as novas equipes de policiais estejam tomando posse nos seus respectivos locais de trabalho, e reforçando as ações nas cidades do interior.

“É uma determinação do secretário Aluisio Mendes que possamos suprir a demanda naquelas cidades que hoje são Comarcas e que não tem a presença da polícia. Esse incremento dará mais agilidade nas ações da Polícia Judiciária. Entendemos que esta é a forma pela qual podemos fazer a distribuição com total lisura e sem cometer nenhuma injustiça, e muito menos prejudicar ninguém”, comentou a delegada geral Maria Cristina Resende.

Hoje, cidades como São Luiz Gonzaga, Timbiras, Cedral, Olinda Nova, Bom Jesus das Selvas, São Raimundo das Mangabeiras e São Domingos do Azeitão, Joselândia, Igarapé Grande, que são comarcas, e que não tem a presença da Polícia Civil receberão uma equipe de novos profissionais.

De acordo com a Delegacia Geral, os novos investigadores foram distribuídos da seguinte forma:

Rosário (2), Itapecuru- Mirim (4), Chapadinha (11), Codó (5), Pinheiro (24), Viana (12), Santa Inês (8), Zé Doca (15), Açailândia (10), Imperatriz (11), Balsas (10), São João dos Patos (8), Presidente Dutra (13), Pedreiras (7), Barra do Corda (8) e Bacabal (12).

Já os escrivães, no total de 67, serão deslocados para as regionais de Rosário (3), Itapecuru-Mirim (2), Chapadinha (3), Codó (3), Pinheiro (7), Viana (07) Presidente Dutra (13), Pedreiras (7), Barra do Corda (8) e Bacabal (12).

O primeiro colocado na classificação geral do cargo de investigador, George Miranda Castro, comentou que a possibilidade de escolher o local de exercer suas funções dentro da Polícia. “Passei muito tempo me preparando para este concurso público e estou ansioso para exercer minha função. É uma motivação a mais poder exercer nossas funções próximo de nossas casas”, declarou o aprovado.

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.