> Presos fazem greve de fome e pedem volta de visitas na Casa de Custódia

Presos fazem greve de fome e pedem volta de visitas na Casa de Custódia

Posted on terça-feira, 29 de abril de 2014 | No Comments

Casa de Custódia: Medida disciplinar foi tomada por conta da rebelião de quinta (24). Serão sete dias sem visitas.

custodiaqueima1

Os presos da Casa de Custódia estão fazendo greve de fome deste às 12 h desta segunda-feira (28). Eles estão se recusando a comer o almoço fornecido pela direção do presídio e se alimentando apenas com as frutas e biscoitos deixados pela família.

O diretor do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, Kleiton Holanda, informou que os 118 presos do pavilhão “F” estão se negando a comer.

“A direção da Custódia autorizou a entrada dos alimentos deixados pelos familiares, mas as visitas continuam suspensas”, disse Kleiton.

Ele destacou que a ação dos agentes foi fundamental para evitar nova rebelião com quebra-quebra. Hoje pela manhã, os presos tentaram novo motim, mas foi contido.

O diretor de presídios da Secretaria de Justiça, Wellington Rodrigues, informou que o princípio de motim ocorrido na Casa de Custódia está controlado. Ele explica que a suspensão das visitas é um procedimento normal, previsto no Código de Execuções Penais, após motim ou rebelião, como a ocorrida na quinta-feira (24) da semana passada.

Segundo Wellington, houve uma “inquietação” por parte de visitantes e alguns presos. “Eles já sabiam que a suspensão ocorreria. É um procedimento normal. A presença da viatura do Choque é coisa normal porque todo dia a gente faz vistoria em todo o presídio com apoio do Choque”, afirmou.
A direção do presídio resolveu liberar apenas a entrada de alimentos levados pelos visitantes.

Presos dos pavilhões “F” iniciaram um protesto dentro da Casa de Custódia por conta da suspensão das visitas a partir desta segunda-feira (28). O diretor do presídio, capitão Dênio Marinho, afirmou que a medida disciplinar foi autorizada pela secretária de Justiça, Ana Paula Moraes Souza, por conta da última rebelião, realizada na quinta-feira (24).

“As visitas estão suspensas a princípio até a próxima segunda-feira (5), quando iremos avaliar se há condições de que sejam retomadas. Será levado em conta o comportamento dos detentos”, declarou o diretor.

custodia 2220

Segundo o presidente da Associação Geral dos Penitenciários do Piauí, Jacinto Teles Coutinho, apenas os presos do pavilhão “F” ficaram sem visitas, o que os deixou insatisfeitos.

“Estão fazendo muita bagunça, muita zoada. A Polícia Militar foi acionada porque estão ameaçando quebrar tudo”, informou Jacinto Teles.

O diretor Dênio Marinho acrescentou que não houve feridos e que o movimento foi controlado quase que imediatamente.

A Associação defende que sejam criados no Piauí dois presídios de segurança máxima, com regime disciplinar diferenciado, para evitar crimes dentro do sistema prisional e garantir a segurança dos presos e dos próprios agentes.

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.