> PDT vai reagir às demissões de seus filiados nos cargos do governo

PDT vai reagir às demissões de seus filiados nos cargos do governo

Posted on quinta-feira, 7 de janeiro de 2016 | No Comments

Weverton Rocha, José Reinaldo Tavares e Carlos Brandão
Weverton Rocha, José Reinaldo Tavares e Carlos Brandão
O presidente regional do PDT, deputado federal licenciado Weverton Rocha, vai soltar fumaça nas próximas horas. Mas ontem ele foi aconselhado por amigos mais próximos a aguardar o retorno do governador Flávio Dino que tirou férias por conta própria por 12 dias.
Rocha, em Imperatriz, reagiu lembrando que seu partido abriu a mão da vice para não prejudicar a aliança que se formou na conquista da vitória de Flávio Dino e exigiu reciprocidade.
Muitos imaginaram que se tratava da pré-candidatura da suplente de deputada federal. Rosângela Curado (PDT) no exercício parlamentar, para a prefeitura de Imperatriz. Todos se remeteram à disputa entre o PCdoB e PDT na escolha de um candidato único.
Mas nada disso era o alvo de mira do presidente do PDT no Maranhão. Ao Blog do Luis Cardoso foi revelado que Weverton Rocha naquele momento estava querendo trocar o nome da professora Áurea Prazeres por um outro nome do PDT. Prazeres jã não reza mais na cartilha de Rocha. Segue agora as orientações de Márcio Jerry.
Ao contrário de atender o pleito do pedetista, que se arvorava dona do Seduc, o governador garantiu Prazeres no cargo e mandou tirar o principal subsecretário, Dalton que é do PDT e ligado a Rocha. Aí a cobra fumou. A exoneração não foi ainda de fato consumada e o problema será resolvido com a volta de Flávio Dino.
Foi essa lamentação que o governador em exercício, Carlos Brandão, ouviu de Weverton Rocha, sem nada que possa fazer.
Do luis cardoso

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.