> O quê que é isso ! Mãe desesperada luta pelo o auxilio financeiro do TFD há quase dois anos e nunca recebeu em codó !

O quê que é isso ! Mãe desesperada luta pelo o auxilio financeiro do TFD há quase dois anos e nunca recebeu em codó !

Posted on quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 | No Comments

Crianças brincando (31)
Imagem ilustrativa

O filho de Letícia Santana, de 1 anos e 11 meses, ambos moradores da rua Goiânia, bairro Santo Antonio,  foi diagnosticado com uma obstrução congênita das vias lacrimais no olho esquerdo no dia 10 de dezembro do ano passado. O clínico-geral recomendou que procurasse um oftalmologista especializado em PLÁSTICA OCULAR que só existe na capital São Luís.
Começou então a luta dela por um auxílio financeiro de R$ 270, 00 por viagem chamado de TRATAMENTO FORA DE DOMICÍLIO – o TFD, no qual deu entrada na solicitação no dia 15 de dezembro de 2015.
PERDERAM OS DOCUMENTOS
Na semana passada, mais de dois meses depois de ter dado entrada no pedido, a mãe contou à TV Mirante que foi chamada  na Secretaria Municipal de Saúde. Pensou até que já seria para receber o auxílio, mas foi informada que haviam   perdido todos os documentos da criança.
“Perderam  todos os documentos da criança…COMO É QUE A SENHORA SE SENTIU AO SABER? Ah! Me deu vontade de desistir se de dezembro pra cá teve essa demora toda e agora que pediram novos documentos, agora que vai demorar mesmo e cada dia que passa o olho da criança tá se aprofundando mais”, explicou
Ela afirmou que continua esperando a ajuda porque não tem condições de ir à capital sem ela.
“Eu espero que eles agilizem, que andem rápido porque se acontecer alguma coisa à meu filho eles vão se responsabilizar porque eu vou correr atrás, porque se eu to correndo atrás deles é porque eu não tenho condições de ir, porque se eu tivesse condições de ir eu não tava correndo atrás deles não”,frisou comindignação
PALAVRAS DO COORDENADOR
O coordenador do programa JOSÉ MESSIAS defendeu-se da demora e da perda da documentação.
 “A questão de perder  a documentação isso jamais existiu,  quando o paciente ele dá entrada na secretaria municipal de Codó é gerado um protocolo ao paciente, certo?, esse protocolo, assim como a gente entrega na mão do cliente, a gente dá entrada na regulação do Estado (…) daí tem uma fila de espera, infelizmente a gente tem que aguardar essa marcação ou agendamento do paciente”, disse
Ligou para São Luís na frente da equipe da TV Mirante e nos confirmou que o agendamento da consulta do garoto ficou marcado para o dia 10 de março. Quando chegar a documentação do agendamento, os R$ 270,00 serão entregues à mãe da criança.
“Logo que receber aqui o agendamento, a gente tá encaminhando o paciente já viajar com o dinheiro”,confirmou Messias.

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.