> Repórter policial Silvio Luis se despede agradecendo os amigos e retorna para São Paulo

Repórter policial Silvio Luis se despede agradecendo os amigos e retorna para São Paulo

Posted on sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 | No Comments

Voltou, às 7h50 desta manhã de sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016,  para São Bernardo do Campo, interior de São Paulo, famosa região do ABC Paulista, na companhia do filho Williams, o nosso versátil comunicador Sílvio Luís.
Durante mais de duas décadas no rádio e na TV de Codó atuou em importantes reportagens policiais, que é a sua especialidade, fez programas musicais e até coberturas carnavalescas.
Sílvio Luís - O Xerife
Sílvio Luís – O Xerife
Sílvio criou bordões que até hoje é repetido por seus colegas a exemplo de ‘VAI TOMAR CAFÉ NA CANEQUINHA DA ROSEANA, CHARÁ” (Atualmente outros comunicadores só mudam o governador). Exerceu sua profissão com inteligência e paixão pelo jornalismo policial. Ficou popularmente famoso como O XERIFE SÍLVIO LUÍS.
Conversando pelo aplicativo whatsApp pediu que levássemos aos demais companheiros seus agradecimentos, citando alguns nomes.
“Despeça-se dos meus admiradores por mim Silvio Luiz é quem diz: Aos inimigos: Obrigado tbém por me ensinarem como ser humilde para atingir a superação.(Estilo Bial) Agradeço aos verdadeiros amigos da imprensa Codoense: Saudosos : Julio Cézar, Ivan Moreira e Djalma Siqueira e chapéu de couro. Na marca do penalti: Geraldo Sanches. Sem prefixo: Jeferson Freitas. Apoio teimosia: Frank Muller. Discreto: Laévio. Brilhando com luz divina. Confiança de um público fiel: Acélio Trrrrriiinnn…, Candinho, Ray Silva, Ulisses Portela, Carlos Monteiro lente…, Marcos Paulo, Manú, Ribamar Zebrinha, Márcio, d. Creuza.”
O RETORNO
A jornalista Emanuela Carvalho, da TV Codó, esteve com ele ontem e mais alguns amigos para se despedirem calorosamente. Foi quem nos avisou da viagem e colheu as fotos que estão nesta postagem.
Sílvio disse estar longe da família há várias décadas e foi achado porque seus familiares o viram pela internet. Sobre isso, escreveu.
“Me descobriram no face ou no blog do Acélio. Foi pela internet. Eu fugia da herança da família Damião. Minha mãe me despachou no mundo aos cinco meses de idade. Sofri por não conhecer minha identidade biológica e genealógica.Foram 57 anos fazendo minh história sem tempo de sonhar. Só quero saber da verdade, dos pquês e pegar minha herança perdoá-la e ser perdoado para que ela me descanse em paz e que ela tbém me abençoe, pois vou precizar me tratar de um problema sério nos pulmões e gastar o saldo da operadora divina feliz naturalmente e realizado com sonhos que nunca sonhei. “Sonho que se sonha só é sonho. Sonho que se sonha a dois é realidade – Raul Seixas” Talvez essa foi minha missão na terra”
A comunicação de Codó agradece por sua colaboração e desempenho, foi muito bom tê-lo conosco. Como mesmo costumava dizer – aprendeu, mas também nos deixou um pouco de seu legado.
Sobre sua volta à Codó Sílvio Luis escreveu.
“Se Deus permitir, à passeio de avião num feriadão prolongado para rever o tesouro que consegui em 25 anos de Codó chamado “Amizade'”, concluiu

Do Blog Do Acélio

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.