> Criou-se no Maranhão a figura do “prefeito sem mandato”

Criou-se no Maranhão a figura do “prefeito sem mandato”

Posted on quinta-feira, 19 de maio de 2016 | No Comments

Não parece razoável centenas de prefeitos, no exercício dos seus mandatos, não conseguirem obter o mesmo tratamento ou a mesma boa vontade que muitas autoridades do Governo do Estado dispensam aos “prefeitos sem mandato”.
Blog do Robert Lobato pensou em “prefeito pré-candidato”, “prefeito do governo”, “prefeito dos leões”, mas acabou optando por “prefeito sem mandato”. Mas, pouco importa a denominação, o que vale e o fato.
É que no Maranhão, sob o governador Flávio Dino, criou-se uma prática onde pré-candidatos a prefeito que são aliados do Governo do Estado, passaram a fazer agendas “institucionais” com autoridades do poder público estadual com o objetivo de tratar sobre “melhorias”, “obras” e “projetos” etc para as cidades onde irão disputar eleição neste ano.
Basta fazer um histórico no noticiário local e constataremos algumas dessas agendas feitas por candidatos “oficiais” dos Leões em várias cidades, inclusive na Região Metropolitana de São Luis,
E o mais grave: depois das agendas “institucionais” com os secretários de Estado, o próprio governador Flávio Dino, em alguns casos, vai até as cidades entregar “obras” ao lado dos prefeitos sem mandatos.
Ora, nada contra quem quer que seja, independente ser candidato ou não, articular melhorias para os municípios e comunidades onde vive. Aliás, uma democracia de verdade requer fortalecimento popular e participação da cidadania.
O que não parece razoável é centenas de prefeitos, no exercício dos seus mandatos, não conseguirem obter o mesmo tratamento ou a mesma boa vontade que muitas autoridades do Governo do Estado dispensam aos “prefeitos sem mandato”.
Cidades como Pinheiro, São Banto, Coroatá, Balsas, para ficar somente nestas, enfrentam essa situação bizarra dos gestores eleitos terem que ser preteridos pelos pré-candidatos apoiados pelo Palácio dos Leões.
E olha que nem na cidade de Santa Helena, administrada pelo prefeito Lobato, o único gestor municipal que apoiou Flávio Dino nas eleição de governador de 2014, consegue ter tratamento respeitoso porque a influência do presidente do TCE-MA, Jorge Pavão, sarneysista roxo, diga-se de passagem,  não deixa porque a sua esposa, Helena, é pré-candidata a prefeita da cidade contra Lobato.
E nesse contexto nada republicano que o Governo do Estado vai tentando dar legitimidade à figura do “”prefeito sem mandato”.
Lamentável!
Por Robert Lobato

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.