> Boato criminoso contra o Maracap será investigado pela Polícia e levado à Justiça !

Boato criminoso contra o Maracap será investigado pela Polícia e levado à Justiça !

Posted on sexta-feira, 7 de outubro de 2016 | No Comments

Blog do Jeisael – A Diretoria da F e M Promoções, responsável pelos sorteios do Maracap no Maranhão, garantiu que vai levar à Justiça os responsáveis pelo boato criminoso disseminado no WhatsApp e também pelo Facebook na manhã da ultima quinta-feira (06).
Um boletim de ocorrência foi registrado no 7° DP Bairro Turu, e as investigações deverão ficar a cargo de um departamento especial responsável por crimes dessa natureza que existe na SEIC – Superintendência Estadual de Investigações Criminais. Veja o documento registrado na Delegacia do Turu:
O Maracap garantiu que não abrirá mão de buscar o abrigo da Justiça para que os culpados, assim que identificados, sejam punidos na forma da Lei. Todas as provas já estão sendo colhidas, quem compartilhou a informação poderá ser chamado a depôr, até que se chegue à origem do boato.
boletim“Não temos outra forma de agir senão através da Lei. Não se combate um crime dessa natureza de outra forma. Vamos levar a verdade até as pessoas, mas também não podemos abrir mão de buscar o auxilio da Polícia e da Justiça para corrigir tamanha maldade”, disse Valdemar Correia, gerente comercial da empresa.
Ele destaca ainda que o Maracap é uma empresa que gera vários empregos diretos e indiretos, gera renda, contribui com  impostos para o estado do Maranhão, já ajudou a mudar da vida de várias pessoas que ganharam prêmios, e completa: “Nós nos orgulhamos principalmente de ajudar a diversas instituições, como o Hospital do Câncer Aldenora Belo, o Instituto Sollis, e tantos outro projetos que contam com  repasses da Cruz Vermelha através do Maracap”.
O advogado Christian Ometto disse ao blog que espalhar mentiras implica em sérias responsabilidades, inclusive no âmbito civil e criminal. “Os responsáveis por repassar informações falsas acerca de pessoas ou instituições podem responder por injúria, difamação ou calúnia. Dessa forma, na teoria, tanto quem iniciou quanto quem compartilhou o boato pode ser punido”, explica.
Mais cedo, o Maracap e a Cruz Vermelha distribuiriam nas redes sociais uma Nota de Esclarecimento alertando que as informações mentirosas que foram espalhadas se configuram como crime. Veja abaixo:
Aprenda a identificar um boato
Geralmente, boatos tem um tom alarmista, repleto de termos como “cuidado”, “alerta”, “atenção”, e em muitos casos, as palavras-chave vêm em caixa alta (maiúsculas), logo no início da mensagem.
É comum ainda a falta de referência temporal clara, de modo que os boatos usam datas incertas como “esta semana”, “ontem à noite”. Nunca um dia, mês ou ano específicos.
Da mesma forma, a imprecisão se repete em relação aos envolvidos. Sempre aconteceu como “uma prima”, “um amigo do meu irmão”, “uma moça que trabalha lá”.
Às vezes, para parecer que é verdade, um boato também utiliza nomes falsos de médicos ou especialistas, citam fontes confiáveis, mas que nunca trataram do assunto. Mas, na maioria das vezes, os boatos não citam nenhuma fonte. A dica é checar se foi veiculada alguma notícia a respeito em qualquer site ou jornal de confiança.
Tenha certeza que se trata de um boato quando acompanhado de todas essa características ainda vier escrito no final do texto um “repassando”, ou então “repasse ao maior número de pessoas”.
Do Blog Do Clodoaldo

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.