> SEDADO Falta de vergonha ao estado - Estudante que sofreu acidente na BR 316 ainda não recebeu atendimento especializado porque o neurologista só vai trabalhar na segunda

SEDADO Falta de vergonha ao estado - Estudante que sofreu acidente na BR 316 ainda não recebeu atendimento especializado porque o neurologista só vai trabalhar na segunda

Posted on domingo, 13 de novembro de 2016 | No Comments

Acidente
É no mínimo vergonhosa a situação da saúde e o tratamento dado ao que precisam de um atendimento humanizado, o governo do estado tem feito uma propaganda desproporcional ao que realmente é ofertado à população. Um grupo de estudantes de Pedreiras e Peritoró que voltavam para suas  casas após saírem da Faculdade sofreram um acidente entre as cidades de Caxias e Codó na noite da última quinta (10/11), todos estavam sendo transportados em uma Van em que o motorista colidiu com um caminhão, por pouco não tivemos uma tragédia.
Acontece que as vítimas foram atendidas e algumas delas levadas pelo Serviço de Atendimento  Móvel de Urgência – SAMU para a UPA de Caxias e por lá alguns permaneceram em observação e receberam os atendimentos iniciais. O caso mais grave foi o do estudante da Faculdade Vale do Itapecuru – FAI, Franselmo da Silva Oliveira que fraturou o fêmur e já teve até paradas respiratórias.
Franselmo, passou grande parte do tempo internado na UPA em local inapropriado junto com os demais pacientes que por lá estavam internados, enquanto que amigos do estudantes se mobilizavam para conseguir uma vaga para internação no Hospital Macro Regional, que era o local mais adequado para realização de atendimento especializado, pelo menos era. Os colegas do estudante não conseguiram vaga para internar Franselmo no Macro, sendo necessário a intervenção através de políticos da cidade, já que pelo atendimento tradicional não estavam conseguindo.
Somente depois de muita ingerência política, Franselmo foi levado para o Hospital Macro Regional e quando todos pensavam que tudo estava bem encaminhado para a tratamento e recuperação do jovem, amigos e familiares receberam a notícia de que deverão aguardar até segunda – feira (14/11) quando será atendido por um Neurologista que só atenderá a vítima quatro dias após sofrer o acidente. Enquanto isso, Francelmo permanece sedado e tendo várias complicações cardíacas, respiratórias e de pressão.
Neste momento, tanto amigos e familiares do estudante atacam o sistema de saúde de Caxias nas redes sociais. Como pode um hospital de grande complexidade passar tanto tempo sem um neurologista, vale ressaltar que a ingerência política mais uma vez mostra que cada vez mais o cidadão tem menos acesso aos serviços de saúde pública, tendo que recorrer a políticos para conseguirem ser atendidos. Isso é uma vergonha para um estado em que prega uma saúde modelo e humanizada, pelo menos é assim que a publicidade governamental qualifica o sistema estadual de saúde. Lamentável.
Não mostraremos a imagem do estudante sedado em respeito à família e amigos. Apesar a imagem estar circulando nas redes sociais.

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.