Home > Junho 2016

Junho 2016

Preso no Maranhão bandido que matou policial em Rio Verde !

quinta-feira, 30 de junho de 2016 0

Roberto Leris da Silva, maranhense de 25 anos, participou de um roubo que terminou na morte do Cabo da PM Luis Hipólito de Rezende, durante uma ocorrência policial em Novembro de 2011 em Rio Verde-Go. 

O policial foi baleado quando tentou abordar o assaltante que estava em uma moto passando pelo Bairro Popular.


Cerca de 80 policiais civis e militares atuaram em uma operação que terminou na prisão do criminoso, que fugiu de dois presídios, em Rio Verde e Jataí.

Na última sexta-feira (24) Roberto Leris foi preso mais uma vês, por policiais do Maranhão, estado onde moram os familiares dele e onde se escondia.

A prisão dele foi possível graças a um trabalho constante do policial Civil Valdivino lotado na 8ª Delegacia Regional de Polícia de Rio Verde, que fez todos os levantamentos até conseguir descobrir o endereço do assassino.

Segundo a Polícia Civil as informações levantadas pelo
policial de Goiás foram repassadas a Polícia Civil do Maranhão.

Segundo familiares de outros presos, Roberto sempre era tratado por outros bandidos, como um herói dentro dos presídios onde esteve preso, tem regalias, e o apoio dos outros presos quando resolve fugir da prisão.
Fonte: Assessoria de Imprensa 8ª DRP.

RELEMBRE O CASO:

Estava sem colete balístico: PM morre durante troca de tiros com bandidos em Rio Verde; assassino foi preso:

Rio Verde/Goiás – Foi preso na tarde de ontem (17) Roberto Leris da Silva (Japão), de 25 anos, acusado de matar o cabo da PM Luis Hipólito de Rezende, que era lotado na 38ª CIPM em Rio Verde.

O policial militar morreu na tarde de quarta-feira (16), em Rio Verde, a 232 km de Goiânia, após ser baleado durante uma ocorrência policial. O militar estava na viatura que acompanhava dois suspeitos de roubarem uma panificadora e uma mercearia da região, quando durante troca de tiros foi baleado no peito e no rosto por um deles. O cabo da PM não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Os acusados, que estavam em uma motocicleta, tentaram fugir após o militar ser baleado, mas um deles acabou sendo atingido com um tiro na cabeça pelo policial que dirigia a viatura. Mailson do Lago, de 19 anos, que é detento do regime semiaberto por roubo, foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Santa Helena de Goiás. 

Já seu comparsa, Roberto Leris da Silva, no momento da abordagem conseguiu fugir do local, mas em uma mega operação que envolveu a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e SMT o mesmo foi preso na tarde de ontem (17).

A prisão aconteceu no momento em que ocorria o velório do militar. E a população após a notícia da prisão do envolvido, se reuniu na porta da delegacia onde o mesmo se encontrava para protestar e homenagear o policial militar morto em combate.

Demais integrantes da quadrilha presos:Jailson Batista Rocha Junior, que segundo as investigações era quem estava dando cobertura ao Japão na tentativa de retirá-lo de Rio Verde;
Cristiano Farias Brito, de 23 anos, que teria emprestado a moto usada durante o roubo, à tentativa de roubo e a fuga dos assaltantes;
Roberto Leris da Silva (Japão), de 25 anos, assaltante acusado de ter matado o cabo Hipólito;
Mailson do Lago, de 19 anos, que pilotava a moto e que foi ferido na cabeça durante o confronto, continua internado no Hospital de Urgência de Santa Helena de Goiás. Assista ao vídeo:

Pecuarista em Açailândia fica sob mira de revólver por conta de dívida !

0



Um pecuarista do município de Açailândia, a 600 km de São Luís, ficou sob a mira de um revólver por mais de uma hora por causa de uma dívida. O pecuarista identificado somente por Antônio foi retirado de dentro de casa, situado no povoado Novo Bacabal, situado na zona rural de Açailândia, e foi obrigado a viajar 70 km com os suspeitos.
Segundo a Polícia Militar, o pecuarista só foi resgatado do veículo onde estava com os criminosos quando chegou em uma barreira montada no início da zona urbana de Açailândia pelos próprios policiais. Durante a abordagem policial uma mulher e dois homens foram presos.
De acordo com o policial militar Fabrício Sousa, a prisão só foi realizada porque os vizinhos do pecuarista desconfiaram que ele estava sendo alvo de um assalto e decidiram realizar uma ligação para a PM. Ele acrescenta que os suspeitos tentaram cometer um crime de sequestro.
“A gente foi para a BR e fizemos uma barreira quando avistamos o veículo. A gente abordou e a vítima já desceu agradecendo a Deus por ter sido encontrado. Tudo evidencia que isso caracteriza um crime de sequestro”, relatou o policial militar Fabrício Sousa.
Com os suspeitos, entre eles dois irmãos, os policiais encontraram um revólver, munição e duas cordas. O delegado Saniel Trovão diz que já ouviu o pecuarista e afirma que se trata de um caso de extorsão. “Durante a viagem a vítima nos relatou que eles utilizavam ameaça como ‘vou te matar, vou te matar, vou te matar’ e tudo em decorrência de uma dívida e essa dívida era só verbal. Não havia documento e eles estavam utilizando a ameaça justamente para formalizar para o seu Antônio assinar um contrato”.
O delegado Saniel pontua que apesar de ficar comprovado que o pecuarista estava sendo obrigado a formalizar o reconhecimento de uma dívida ele acredita que a vítima corria o risco de ser morto. “O relato da própria vítima. Ele fala que durante a viagem ele temeu pela a morte por conta da forma das ameaças com a arma em punho”, finalizou.
Policiais encontraram com os suspeitos um revólver e munição (Foto: Reprodução/TV Mirante)Policiais encontraram com os suspeitos um revólver e munição (Foto: Reprodução/TV Mirante
Do G1 MA, com informações da TV Mirante

Dr Bel fala sobre rompimento com Chico do Foto e do futuro de sua pré-candidatura !

0

Policias Militares do distrito de cajazeiras zona rural de Codó, prende homem que portava uma pistola !

0

IMG-20160629-WA0359
Policiais que efetuaram a prisão
Os Policiais Militares do 17º BPM, lotados no Distrito de Cajazeiras, 84 km da Sede, têm combatido a criminalidade com bastante eficácia, depois de apreenderem um caminhão carregado com madeira ilegal, uma guarnição comandada pelo Cabo PM – Pessoa, conseguiu, após denuncias prender o homem identificado por Artur Pereira dos Santos Neto após o mesmo ter sido encontrado portando na cintura uma Pistola TAURUS, modelo 765 e com munições intactas. Os policiais chegaram até Artur, após denuncias de um grupo de brincantes que por lá se divertiam no Arraial daquela localidade que informaram aos policiais de que um homem estaria na praça de posse de uma arma.
IMG-20160629-WA0350
Suspeito
De posse da informação, os policiais começaram a tentar localizar o suspeito que após ter visto os militares se aproximando, ainda teria tentado esconder a pistola, porém sem êxito. O Cabo Pessoa, que tem se destacado por conseguir exercer seu papel de agente de segurança em Cajazeiras, tendo sido muito elogiado pela população local, manteve contato com os Policiais Militares de São João do Sóter os quais informaram o fato ao 2º BPM, que encaminhou uma viatura para conduzir e apresentá-lo na Delegacia Regional de Caxias.
Fonte: Blog do Bezerra

Mais um ! Com Raimundo Ribeiro sobe para 7 o número de pré-candidatos a prefeito de Codó !

0

Raimundo-agente-de-endemias
Raimundo Ribeiro  agente de endemias

Ontem, 29, participando por telefone do programa comandado pelo radialista César Santos, na rádio Mirante AM, o agente de combate às endemias, Raimundo Ribeiro, anunciou sua pré-candidatura a prefeito de Codó.

Nós temos que mostrar aos codoenses e ao povo do Maranhão e também mostrar a todo povo brasileiro que é possível ter pessoas sérias na frente de uma gestão onde possamos honrar o voto de cada cidadão codoense – justificou ao iniciar sua participação.
Além de Raimundo Ribeiro (PTB),  temos:
Chiquinho do Saae (PP)
Francisco Nagib (PDT)
Biné Figueiredo (PSDB)
Dr. Mendes (PPS)
Prof. Rafael (PSOL)
Pedro Belo (PCdoB)

Fonte :Blog do Acelio

Pré-Candidatos não poderão apresentar programa programas de Rádio e Tv a partir desta quinta dia 30 !

quarta-feira, 29 de junho de 2016 0

microphone
Imagem ilustrativa


A partir de hoje quinta-feira (30), as emissoras de rádio e televisão não poderão transmitir programas que sejam apresentados ou comentados por pré-candidatos às eleições municipais deste ano. A data está prevista no calendário eleitoral, aprovado por uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral.

Caso a regra seja descumprida e o pré-candidato seja escolhido na convenção do partido para concorrer às eleições, a emissora e o candidato poderão ser penalizados. Segundo o calendário eleitoral, as penalidades estão previstas em leis.

O texto diz que, a partir desta data, é “vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de imposição da multa prevista no parágrafo 2º do Artigo 45 da Lei nº 9.504/1997 e de cancelamento do registro da candidatura do beneficiário (Lei nº 9.504/1997, Artigo 45, parágrafo 1º)”.

Fonte: Zaidan de Sousa

Caso de adolescente que morreu após perseguição policial ganha repercussão !

0

O jovem de 16 anos, das iniciais E. O. C, foi baleado no último domingo (26), no bairro do Areal, em Coroatá. Segundo a polícia, ele estava na garupa de uma motocicleta com outro colega e empreenderam fuga após avistarem a viatura. 

Houve uma perseguição e os policiais atiraram na direção dos dois, segundo eles, na tentativa de pará-los, mas um dos disparos acertou as costas do menor, que foi levado para o Hospital Macrorregional e infelizmente não resistiu aos ferimentos falecendo na manhã de terça-feira (28). 
Os policiais disseram ainda que encontraram droga com os dois.

O caso ganhou repercussão porque a família do garoto afirma que é mentira a versão apresentada pela polícia. Parentes entraram em contato com o Portal Coroatá Online e explicaram que o garoto é muito conhecido no bairro, muito querido e que nunca se envolveu com coisas erradas. A prima do adolescente escreveu um texto emocionante, fazendo um desabafo sobre o caso. Confira abaixo:

POR TATIANA OLIVEIRA

Espero que vocês não precisem rezar todas as noites para que seu irmão, ou qualquer pessoa que vocês amem, não seja mais um número dentre os mortos, presos ou gravemente feridos do dia seguinte. Eu faço isso. E a dor é imensa.

Em 2014, a cada 03 horas, uma pessoa foi morta pela polícia. No total, foram 3.009 mortes decorrentes da ação policial. Esses são dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Ontem, minha família entrou para as estatísticas. Nós nos tornamos mais um número. Meu primo se tornou parte dos índices que demonstram a violência e o despreparo da polícia. 

E ele só tinha 15 anos. Foi morto na última busca pelo lazer que o Estado nunca o proporcionou. Morto por uma infração de trânsito. Ele estava sem capacete. Não. Ele estava sem a proteção do Estado. Na verdade, ele era o alvo. Os tiros foram certeiros. E a dor também. Estamos quebrados. Para sempre.

A Vila Teresa Murad, apesar de levar o sobrenome da família que sempre dominou a cidade de Coroatá, nunca mereceu atenção. Sempre fomos tratados como uma parte do Bairro Novo Areal, então, nesse texto, embora reivindicando autonomia, continuarei com essa perspectiva para facilitar a compreensão. O bairro sempre foi tido, pela maior parte da população, como perigoso demais para freqüentar. Os “cidadãos de bem” não podem transitar por aquelas ruas. A criminalidade é acentuada demais. É escuro. Sujo. Pobre. Somos favela. Não somos iguais.

Bem por isso, quando há (escassas) rondas policiais, a regra é “atira primeiro, pergunta-se depois”. Afinal, na Vila Teresa Murad não se pode brincar com o perigo. Lugar de criminoso. “Bandido bom é bandido morto”, repetem os “cidadãos de bem”. Não somos iguais.

Mas a culpa não é nossa. A cidade nunca parou para enxergar todos os moradores da Vila Teresa Murad que trabalham de sol a sol, na lavoura ou nas casas dos “cidadãos de bem”; nunca parou para se preocupar com as crianças que crescem sem expectativa de um futuro decente. Sem que o Estado lhes dê esperança. Porque não somos iguais.

Nunca merecemos iluminação pública de qualidade, apesar de pagarmos a mesma taxa que os “cidadãos de bem”. Nunca merecemos ruas asfaltadas. Por que precisaríamos de limpeza e coleta de lixo regular?! Nós não somos iguais, afinal. Não temos praças. Não temos áreas de lazer. Não temos projetos voltados às crianças e adolescentes. Mal temos escola.

O Poder Público só volta seus olhos para nós uma vez, a cada 04 anos. Período eleitoral. Os moradores recebem políticos e mais políticos. Apertos de mão. Sorrisos. Promessas. Politicagem. Nada mais. Estamos cansados. Já passou da hora de sermos notados.
Não. Isso não é um apelo partidário. Isso é a exigência de um direito político. Não nos importa se tratar de oposição ou situação política. 

Vocês nunca nos viram. Nenhum de vocês. Talvez, porque seja mais fácil oferecer algumas festas grandiosas em praça pública por ano. O “pão e circo” ainda funciona. Os romanos não erraram. Mas nem só de pão vivem os cidadãos coroataenses. Estamos cansados.

Vocês, representantes do povo, parem de representar os próprios interesses. Por acaso, não sabem o que “povo” significa?! A população que os elegeu precisa de segurança, infraestrutura, emprego. Esperança.
E agora, sim, somos iguais. Em forma, ao menos.

A Vila Teresa Murad está abandonada desde o surgimento, cansada de promessas. O copo, de tão vazio, transbordou. Parem de achar que só tem “bandido” aqui. Se os índices de criminalidade são elevados, por que ainda não foram implementadas políticas públicas que retirem os jovens da vulnerabilidade a que estão expostos? A falta de expectativa mata nossas crianças diariamente, as leva por caminhos tortuosos, e gera um ciclo infinito de crimes e mais mortes.

E isso não será resolvido dando armas e veículos à Polícia, senhor Governador. Tampouco aumentando o efetivo policial. Enquanto não houver uma alteração na raiz da nossa polícia, continuaremos perdendo jovens todos os dias para o uso excessivo da força, para a incapacidade dessa instituição em desempenhar seu papel. 

Estaremos dando armas a pessoas despreparadas, que delas fazem uso como se fossem a buzina da viatura, quando deveriam ser utilizadas apenas e tão somente em casos de legítima defesa ou em defesa de terceiros contra perigo iminente de morte ou lesão grave, nunca contra um adolescente cujo único erro foi estar sem capacete.

Ao governo municipal, minha família não vai aceitar a desculpa de que a Polícia é de competência do estado do Maranhão para se eximir da responsabilidade de mais um número nas estatísticas. É mais que um número. Era uma criança. Toda uma vida. Um futuro. Laços de amor. Uma vida foi tirada pela omissão dos vários prefeitos, inclusive da atual chefe do executivo municipal e do anterior a ela, para com um bairro inteiro. Nós fomos relegados ao esquecimento por décadas.

Ademais, não se pode exigir, por mais louvável que tenha sido a iniciativa, exigência legal, inclusive, que toda uma cultura sedimentada entre os cidadãos seja alterada do dia para a noite. 

Essa mudança exige paciência das instituições fiscalizadoras. Estou me referindo especificamente à fiscalização de trânsito em Coroatá. O Poder Público, mais uma vez, foi omisso por quase um século. Culpa exclusiva da Administração.

Se o Código de Trânsito é de 1997 e somente em 2015 o governo municipal resolveu exigir o uso de capacetes, ou melhor, punir quem infringe essa regra, o mínimo exigível seria a modulação dos efeitos. Precisaríamos de punições mais pedagógicas que repressivas. A população precisava ser reeducada. Não morta.

Se a infração à legislação de trânsito não foi o motivo pelo qual os policias atiram no meu primo, então podemos voltar algumas linhas acima e refletir um pouco mais sobre o despreparo da instituição e a responsabilidade do Poder Público com as condições da Vila Teresa Murad e do Novo Areal.

Hoje, minha família chora, em pedaços, pela perda de um ente tão querido por culpa do descaso e do despreparo das instituições públicas. Nossa dor jamais passará. Tampouco nossa vontade de mudança. Nós somos iguais!
Por enquanto, sigo rezando para que nenhuma pessoa que eu amo se torne mais um número. E espero que vocês não precisem rezar por isso também.

NOVAS INFORMAÇÕES DA POLÍCIA

Procurados por nossa redação, o comandante da Polícia Militar de Coroatá, Capitão Ricardo, disse que será feito um procedimento administrativo para apurar o caso. Esclareceu ainda que dois inquéritos serão realizados, tanto pela polícia militar como pela civil.


Sobre as investigações preliminares, a PM descobriu que quem conduzia a moto no momento em que o menor foi baleado era o suspeito de assaltar uma loja de material de construção, no sábado, no bairro da Mariol [detalhes sobre o caso aqui]. As investigações sobre a morte do adolescente serão concluídas em no máximo um mês, afirmou o comandante da polícia militar.

Fonte do Coroatá Online

‘ARRAIÁ DUS PULIÇAS’ acontece nesta quinta-feira em Codó !

0

arraiá
O Comando do 17º BPM tem a honra em convidar a família Policial Militar e a comunidade em geral, para prestigiar o “I Arraiá dus Puliças”, o evento alusivo às festividades juninas tem um caráter cultural e de resgate da cultura nordestina.
Para os visitantes, além da tradicional participação de quadrilhas juninas, haverá também barracas com comidas típicas, forró e atrações juninas como Boi Mirim, Boi Raízes do Maranhão, Juninas Mandacarú e Asa Branca. Então chegue cedo e garanta seu lugar!
Evento: “Arraiá dus Puliças”;
Local: Pátio do 17º BPM;
Hora: 19h 30min;
Preço do Ingresso: Entrada Franca.

Esquadrão Águia da PM aprende arma de fogo de fabricação caseira, e conduz suspeito para a delegacia !

terça-feira, 28 de junho de 2016 0

IMG-20160628-WA0011O trabalho da policia militar continua se intensificando nas rondas noturnas nos bairros de codó, seja com as viaturas de 4 rodas ou as moto links, no intuito de coibir a criminalidade na cidade.
Graças a esse trabalho mais uma arma de fogo foi tirada de circulação, missão da policia militar foi cumprida, e o portador da arma foi entregue ao plantão policial da 4ª Delegacia de Codó.
Pois muito Bem!
Na noite desta  terça, 27, o Esquadrão Águia de Motos da PM de Codó ao realizar rondas nas imediações da rua Puraqué, bairro Codó-Novo, foi avistado o nacional (Marcos Leandro Sousa Santos) em atitude suspeita. 
E no trabalho de revista pessoal da policia militar, com o nacional, foi encontrado com o mesmo uma arma de fogo de fabricação caseira conhecida como Garrucha.
Esse tipo de arma é comum hoje a ser encontrada com pessoas que utilizam para praticarem assaltos pela a cidade. 
O elemento foi conduzido para a DP para as devidas providências.

Ascom 

COROATÁ - Policial tira de circulação dois rapazes que tentava assaltar uma mulher !

0



Mais um dupla de assaltantes se deu mal em Coroatá. Era por volta das 12h30 da ultima segunda-feira (27) quando dois rapazes tentaram assaltar uma mulher no centro da cidade. O que eles não esperavam era que um policial à paisana estava próximo do local. 
Os dois foram presos em flagrante e encaminhados à sede da delegacia de polícia. A polícia militar de Coroatá, comandada pelo Cap. Ricardo Carvalho não tem dado trégua e tem mostrado um trabalho positivo aos Coroataenses.
Fonte: Coroatá Online

Para desespero de César Pires, a unidade permanente do VIVA CIDADÃO será implantada em codó !

0

download
Imagem ilustrativa
Há duas semanas, o Blog do de Sá fez uma matéria afirmando que o deputado César Pires andou comentando por Codó que a unidade do Viva Cidadão não viria para o município. O deputado contactou o titular do Blog indagando quem teria dito aquilo, mas informações que chegam a nossa redação devem ser mantidas a fonte em sigilo. O Blog trabalha com fatos e por diversas vezes já teceu elogios ao deputado César Pires aqui e vamos continuar fazendo, quando algo for feito que mereça ser elogiado.
 VAMOS AO QUE INTERESSA.

Por meio do vereador Pedro Belo e de outras autoridades ligadas ao governo do Maranhão na cidade de Codó, a unidade do Viva Cidadão vai ser implantada no município, as obras serão iniciadas nos próximos dias na rua Afonso Pena, no antigo prédio da loja Max Variedades. A informação chegou ao Blog por meio de pessoas do governo do estado, a ideia é melhorar o atendimento para as pessoas que precisam emitir algum documento e precisa de rapidez. O blog está noticiando esse fato e espera que o governo do Maranhão cumpra mesmo com esse compromisso firmado com o povo de Codó, caso contrário serei um dos primeiros a denunciar caso esta unidade não seja implantada em Codó e passarei a acreditar que o deputado César Pires é mesmo um homem que sabe o que fala.

Fonte do Blog do de Sá

Falta de Atenção no Transito ! Jovem sofre ferimentos e fratura na clavícula em acidente na Av. Vitorino Freire

segunda-feira, 27 de junho de 2016 0

índice
Antônio Francisco de Jesus Ribeiro
O carro ficou com a lataria bastante danificada em dois lugares na parte lateral. Um deles foi exatamente na porta onde fica o motorista. Pelas condições do veículo, já dá pra imaginar a força com que o motociclista bateu.
A motocicleta dele ficou no meio da rua com várias peças quebradas, como resultado da batida. O dono do carro, Iran Carlos saiu ileso do acidente. Ele contou que levou um susto e garante que vai reclamar o prejuízo do carro.
índice000000000
De acordo com o motorista, a vítima, Antônio Francisco de Jesus Ribeiro, de 23 anos de idade, seguia pela Avenida Primeiro de Maio, saindo do Bairro Santo Antônio e não parou no cruzamento com a Avenida Vitorino Freire, no momento em que Iran passava.
Com a pancada, Antônio sacou da motocicleta e caiu do outro lado da rua atingindo um cliclista que também passava no momento no ponto onde houve o acidente.
índice999999999999
A vítima recebeu os primeiros atendimentos ainda no local pela equipe médica do SAMU apresentando ferimentos na região poplítea do joelho esquerdo e sinal de fratura na clavícula.
Antônio estava consciente, mas precisou ser levado ao HGM por causa das lesões e suspeita de fratura clavicular, e para ser submetido a exames para identificar se o quadro do paciente não apresentava nenhum tipo de hemorragia interna.
Como o trânsito ficou parcialmente interditado, a Polícia Militar foi ao local do acidente e rebocou a motocicleta para o 17° Batalhão e o tráfego foi liberado na Avenida Vitorino Freire.
Texto do Correio Codoense

Falta de compromisso ! Alunos indígena estuda sentados no chão na aldeia Abraão no Ma.

0

IMG-20160626-WA0050-640x480
No chão
O governador Flávio Dino precisa olhar com mais atenção a situação de desconforto que vivem dezenas de alunos da única escola indígena na aldeia Abraão, no município de Arame. Além da falta de merenda e transporte escolar, a humilhação de ficar  sentados no chão por falta de carteira, como mostra as imagens abaixo e o vídeo no final.
O secretário da Seduc, Felipe Camarão, que vai tentar a carreira política, não tem a coragem suficiente para levantar o traseiro do seu gabinete luxuoso e conhecer a realidade cruel que passam os alunos nas nações indígenas.
IMG-20160626-WA0052-640x480
Calamidade
Escolas como a da aldeia Abraão, em Arame, não passam por reformas e, por isso, estão caindo os pedaços, em estado de completo abandono.
Enquanto o leitor vai se deparando com imagens do desprezo, a Seduc vai pagando cifras milionárias para manter contratos suspeitos de prestação de serviço de transportes escolar que não chegam até aos alunos.
O vídeo abaixo deveria tocar na consciência do governador Flávio Dino ou ao menos despertar os olhos do secretário Felipe Camarão para que se corrija essa injustiça ou que apague de vez do quadro da memória dos índios inocentes.
Texto Do Blog do Luis Cardoso

Tecnologia do Blogger.