> Número de acidentes de trânsito volta a crescer em Codó !

Número de acidentes de trânsito volta a crescer em Codó !

Posted on domingo, 14 de maio de 2017 | No Comments

Quando seu Raimundo Nonato Soares da Silva está na cidade, o medo de vir a ser uma vítima de acidentes  está sempre presente em seus passos.
 “Pode acontecer qualquer coisa com o cara (…) aberando pra ver se tem alguma proteção pra gente… PORQUE ESSE MEDO? Porque o cabra tem que zelar a vida dele no trânsito”, disse
Quem já não tem mais a mesma mobilidade de antes, precisa redobrar a atenção. Aos 80 anos, as pernas de seu José Guimarães  já não obedecem mais como ele gostaria, mas o pensamento sobre os riscos que este trânsito oferece continua do mesmo jeito.
“É pra não arriscar a vida e não prejudicar o motorista (…) NESTA IDADE TEM QUE IR DEVAGAR PORQUE A PERNA JÁ NÃO É TÃO RÁPIDA? É não por causa da osteoporose”, respondeu
Os motociclistas representam 98% dos envolvidos ou causadores de acidentes de trânsito em Codó, nas ruas seu José Salvador Albuquerque fica de olho neles.
“Com cuidado…POR QUÊ? A gente tem medo de morrer…110 ACIDENTES, É MUITO? É muito, é muito”, disse
VOLTOU A CRESCER
A preocupação dos codoenses tem certa relevância porque o número de acidentes, que nos meses de janeiro (93), fevereiro (85) e março (56 acidentes) apareceu com leve queda, voltou a subir em abril, quando comparado com igual período do ano passado.
Ano passado, 1 morte e 95 acidentes. Abril deste ano, 110 acidentes de trânsito. A morte registrada não foi dentro da cidade, foi na BR-316.
 “Por dia ou é por mês?….POR MÊS? É demais, é demais, é muito perigoso, na cidade a gente anda é com maior medo do mundo até dentro dos carros a gente tem medo porque a velocidade é demais”, lamentou a lavradora Maria das Graças Albuquerque.
A OPINIÃO DO DMTRANS
O coordenador do DMTRANS, César Roberto Oliveira Soares demonstrou preocupação, mas disse que a situação está sob controle, apenas necessitando de uma maior colaboração das pessoas.
 “Tá sob controle. Graças a Deus não morreu ninguém até o momento e  a gente tem torcido muito para que este número  continue a diminuir e que as pessoas entendam que a situação do trânsito depende de todo mundo. Enquanto todo mundo não entender que tem que fazer a sua parte o trânsito será este caos, não só em Codó mas em todo o país”
Fonte do Acélio

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.