> Policia acredita que assassinato do prefeito de Davinópolis tenha sido encomendado !

Policia acredita que assassinato do prefeito de Davinópolis tenha sido encomendado !

Posted on segunda-feira, 12 de novembro de 2018 | No Comments



O delegado regional da Polícia Civil em Imperatriz, Eduardo Galvão, acredita que o assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva – ocorrido no fim de semana (saiba mais) – foi um crime de encomenda.
Em entrevista à TV Mirante, na manhã de hoje (12), ele disse não acreditar na hipótese de latrocínio, já que nenhum item da vítima foi levado. E acrescentou que tudo leva a crer em encomenda.
A investigação está em aberto. Todas as linhas de investigação são possíveis. A menos provável e dificilmente teria ocorrido é a hipótese de latrocínio porque ninguém vai se dar a uma missão dessa, a todo um planejamento, arquitetar um crime e nada levar. Na realidade foi levado apenas o celular, mas por questões alheias a ideia de crime contra o patrimônio. Ali tem todas as características de homicídio mercenário, que nós chamamos de homicídio mediante paga, que tem um mandante e executores. Porque pelo que foi arrecadado no local, em termos de indícios, era impossível uma única pessoa ter rendido ele no interior da residência”, destacou.
Eduardo Galvão disse também que aconteceu uma luta corporal antes do prefeito ser executado e que durante o crime houve a participação de mais de uma pessoa na ação criminosa. “Houve luta corporal no interior da residência porque há manchas de sangue. Ter conseguido retirar ele do local. Ele foi morto provavelmente onde o corpo foi encontrado. Foi amarrado até o local. Então um único homem não o faria, mas também não descartamos a possibilidade de que esse suposto mandante tivesse na própria ação no momento em que foi perpetrada”.
O delegado ainda revelou que o assassinato de Ivanildo Paiva foi planejado. “Mas que foi um crime metodicamente planejado nós não temos a menor dúvida pela distância, pelo horário. A pessoa provavelmente este mais cedo no local, traçou a rota de fuga por onde sairia para onde executaria o prefeito. Então foi um crime planejado, um crime que teve todo um preparo para ocorrer”.
Com informações do G1 Maranhão, via Gilberto Léda

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.