Rádio Eldorado de Codó

quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

PM realiza mega operação no troca-troca em Codó

Na manhã desta quarta feira, 26, vinte Policiais Militares do 17°BPM a comando do Major Soares Júnior realizaram uma Mega Operação no Mercado Central de Codó, especificamente no local conhecido por Troca-troca, cujo objetivo da operação está  voltado para a repressão ao tráfico de drogas, roubos e homicídios.

Devido à inúmeras denúncias de intenso tráfico na região foi possível realizar o cerco do local com auxílio de equipes do Esquadrão Águia, Força Tática e da Radiopatrulha, além do reforço de PMs do setor administrativo.

No momento das abordagens  foi efetuada a  prisão em flagrante delito de um homem,  que portava embalagens de drogas, cigarros, dinheiro, porções de substâncias análogas ao crack e maconha.

O conduzido ainda tentou evadir-se da guarnição por cima dos telhados de algumas residências, vindo a cair em um telhado na Av Maranhão e se lesionar, sendo acionado o SAMU e prestado o devido socorro, sendo encaminhado ao HGM (Hospital Geral Municipal) para procedimentos médicos e que por este motivo, os objetos apreendidos foram apresentados na DP, para que sejam realizados os procedimentos cabíveis.

Na residência do mesmo, foram encontrados  um aparelho de som com mesa e duas caixas de som, sendo que a mesma não foi apresentada comprovação de compra.

De acordo com levantamento feito pela PM, o conduzido possui passagem na DP pelo crime de receptação.

*MATERIAIS APREENDIDOS*

10 - Carteiras de Cigarro da marca VESS

12 - Porções de substância análoga ao Crack

01 - Celular Samsung Preto, com capa verde

01 - relógio de pulso

06 - substância análogas a maconha

R$ 110,00 (em notas de 2 reais)

R$ 14,00 (em moedas)

05 - Armas Brancas

02 - Bicicletas (cor Rosa e Preta)

01 - Moto Yamaha Factor (com chassi raspado)

*17°BPM, SUA SEGURANÇA É NOSSA MISSÃO*

terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Zona rural - Equatorial Maranhão alerta sobre o perigo de instalações de antenas

A região nordeste segue liderando o ranking de acidentes fatais com choques elétricos segundo o levantamento do Anuário 2021 realizado pela Associação Brasileira de Conscientização para Perigos da Eletricidade (Abracopel). Ainda segundo a pesquisa, a maioria dos acidentes acontecem com pessoas ou profissionais não capacitados que chegam perto da rede elétrica ao manusear peças metálicas. Por isso, as antenas, que são constituídas de material metálico e condutor de eletricidade, representam um potencial risco de acidentes.

Para que os serviços possam ocorrer de forma segura é necessário sempre muito cuidado e atenção. Pensando em garantir a segurança de todos, a Equatorial Maranhão traz esse alerta e orienta a população quanto aos devidos cuidados com instalações e manutenções de antenas no meio rural. 

“Na zona rural é muito comum esse tipo de acidente. Geralmente, esses serviços de instalação de antenas nessas localidades são realizados de forma irregular, com pessoas que não possuem o conhecimento adequado de segurança. Por isso, que os acidentes acontecem e muitas vezes são fatais”, alerta o técnico de segurança da Distribuidora, Ronald Barbosa.

O técnico ressalta também o risco de realizar manutenções no período chuvoso. “O correto é fazer a instalação em tempo bom e sem chuva, pois além do risco de choque, as antenas podem atrair descargas atmosféricas (raios). Orientamos também a não usarem materiais flexíveis para prender a antena, como bambu ou cano, pois são leves e fáceis de dobrarem. Durante as ventanias, os riscos de acidentes aumentam, já que os ventos podem derrubar a antena e a chuva pode provocar rompimentos de fios elétricos na rede”, reforça o especialista.

Confira orientações importantes para evitar acidentes com antenas na zona rural:

- Contrate um profissional especializado em instalação de antenas;

- Escolha o local de instalação da antena, uma distância segura da rede elétrica, pelo menos 3 metros;

- Durante a instalação não se deve colocar cabos sobre a rede elétrica, pois mesmo que os fios estejam encapados, a capacidade de isolamento do material pode não ser o suficiente para evitar a passagem da eletricidade, ocasionando um acidente

- Caso a antena caia sobre a rede elétrica, não toque ou tente pegá-la;

Em caso de acidentes dentro de casa, a melhor forma de ajudar é desligando o disjuntor ou a chave geral. Outra dica é, não tocar na pessoa que está recebendo a descarga, o toque só é recomendado após a garantia de que a pessoa não está mais sofrendo choques elétricos, se não for possível, utilizar materiais não condutores e secos, como: madeira, plástico, panos grossos ou borracha. Para que a vítima receba os devidos cuidados é importante entrar em contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU – pelo número 192.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

Crianças de 11 anos sem comordidades ja podem se vacinar contra a Covid-19 em Codó

A prefeitura de Codó inicia a vacinação contra Covid-19 de crianças de 11 anos sem comorbidades nesta terça-feira(25). Para este grupo, o imunizante estará disponível no Centro de Vacinação na Rua César Brandão, o atendimento ocorre das 08h às 17h de segunda a sexta e de 08h às 13h aos sábados.  

A vacinação está condicionada mediante apresentação do cartão do SUS, Certidão de nascimento, RG e CPF. Após a primeira dose, os pequenos deverão receber a segunda dose em 08 semanas, crianças com sintomas gripais, devem aguardar quatro semanas para receber a vacina contra a Covid-19. Crianças que completarem 12 anos entre a primeira e segunda dose, PERMANECEM COM A DOSE PEDIÁTRICA DA VACINA PFIZER.

“Seguimos à risca o plano de imunização do Ministério da Saúde. Nossas crianças codoenses há muito tempo estão esperando por esse momento, com o aumento da pandemia da Covid-19, é importante ter o máximo de crianças vacinadas”, declarou a secretária de saúde, Thaynara Lima.

Ascom- PMC

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Coisa boa para Codó - Secretaria de assitencia social, com parceria com o Senac vão disponibilizar de cursos intinerantes gratuito para os codoenses

Oportunidade para você!

Já está aberta as inscrições para o Curso Auxiliar de Confeitaria da Carreta Escola do Senac

Dirija-se a Secretaria de Assistência Social de Codó, de Segunda a Sexta-feira de 08 às 14hs e faça a sua inscrição, lembrando que o Curso é 100% grátis com a Carga horária de 200 horas 

Requisitos e forma de Acesso

Documentos exigidos para a matricula:

Documento de identidade. 

CPF.

Comprovante de escolaridade.

Comprovante de residência. 

HORÁRIOS DO CURSO:

MANHÃ: 08h - 12h

TARDE: 14h - 18h

IDADE MÍNIMA: 16 ANOS 

(Menores de Idade devem junto a Ficha de Matrícula e documentos anexar também documento frente e costa identidade do responsável) 

COMPROVANTE DE ESCOLARIDADE: Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1° ao 5°ano) COMPLETO. 

Comprovante de residência ATUAL;

IDENTIDADE E CPF foto legível.

Força tática prende mulher que escondia motocicleta roubada em sua residência em Codó


Na noite desta quinta-feira, Dia de São Sebastião, a Força Tática do 17°BPM efetuou a prisão de uma mulher, após ter sido encontrado um veículo roubado, armas, drogas e balança de precisão dentro de   um dos quartos de sua residência, na Rua Rio de Janeiro, bairro São Francisco.

O veículo do tipo motocicleta, HONDA BROZ (PSD SE40), foi tomado de  assalto por volta das 17horas de hoje, na 4° Travessa São João, no Bairro São Francisco. 

A vítima acionou a Polícia Militar informando que a moto possuía rastreador, o qual facilitou a localização  na casa da mulher conduzida, que não soube explicar a origem da motocicleta no momento da prisão.

No quarto do filho da conduzida foram encontrados, também,  uma espingarda bate bucha, duas porções de maconha, uma balança de precisão, um celular Samsung cinza e um simulacro de arma de fogo.

Durante a confecção do boletim, a filha da conduzida apareceu na delegacia para devolver os documentos pessoais da vítima que foram levados no momento do assalto. 

*17°BPM, SUA SEGURANÇA É NOSSA MISSÃO*

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Prefeitura de Codó recebe patrulha agricola mecanizada para atender os agricultores rurais

O município de Codó ganhou um importante reforço para a agricultura familiar. O prefeito Doutor Zé Francisco juntamente com o Secretário de Agricultura Antônio Zaidan, receberam uma patrulha agrícola mecanizada que inclui um trator traçado e duas grades para arado. Esta aquisição foi fruto de uma emenda parlamentar do Senador Roberto rocha e o equipamento estará a disposição dos agricultores codoenses.

De acordo com o prefeito Dr. Zé Francisco o trator agrícola vai beneficiar as famílias da Agricultura Familiar de todo o município. “A produzir mais e com mais qualidade, para nossos agricultores da zona rural de Codó, fruto dessa importante parceria com o Senador Roberto Rocha", ressaltou.

A Patrulha Mecanizada que a prefeitura recebeu nesta quinta-feira (20), foi articulada através de emenda parlamentar do Senador Roberto Rocha via Codevasf.

ASCOM-PMC

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Equatorial-Ma novo modelo de cadastramento para ter o desconto na conta de energia entra em vigor


Desde o dia 1º de janeiro de 2022 está em vigor o novo protocolo que permitirá o cadastramento automático de famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica, assinado pelo Governo Federal, no dia 30 de novembro do ano passado. A Lei nº14.203/2021 garante que a Tarifa Social será concedida automaticamente para as famílias que têm direito, não sendo mais necessário solicitar cadastramento junto à distribuidora. A Equatorial Maranhão, explica como o novo protocolo funcionará na prática, no intuito de informar e orientar os clientes quanto às mudanças.

Com as novas regras o cadastramento será realizado automaticamente, o que facilitará a vida dos clientes que tem direito ao benefício e não tem conhecimento. Para que isso aconteça, é necessário que o CPF do titular da conta de luz seja o mesmo informado nas bases de dados do CadÚnico. Assim, é importante que a família verifique qual o nome que está na conta de luz e, se precisar, peça a alteração de titularidade à distribuidora. No caso de cadastramento na Tarifa Social associado a portador de doença/deficiência com uso de aparelhos elétricos, será necessário apresentar à distribuidora o relatório e o atestado subscrito por profissional médico, que certifique a situação clínica e de saúde do morador. 
 
A Gerente de Relacionamento com o cliente da Equatorial Maranhão, Francila Soares, destaca que a lei veio para ajudar o consumidor, que terá menos burocracias para se incluir em programas como esse. “A Tarifa Social é importantíssima para os consumidores de baixa renda por conceder descontos na conta de luz. 

A redução da burocracia para conseguir o benefício vai, certamente, ajudar o consumidor que não precisará se deslocar de casa, organizar documentos e reservar um tempo que talvez ele não tenha para poder conseguir o benefício. Além disso, a gente vai conseguir alcançar aquelas pessoas que desconheciam o benefício ou que não sabiam que tinham o direito de receber”, destacou Francila Soares.

Atualmente, cerca de 12,3 milhões de famílias no Brasil recebem a Tarifa Social. Estimativas apontam que existem mais 11,5 milhões de residências em condições de usufruir dos descontos. Somente no Maranhão quase 1 milhão de famílias já recebem o benefício.

O que mudou 

A Lei nº 14.203/2021 estabelece o cadastramento automático na Tarifa Social de Energia Elétrica. Isso significa que as famílias que se enquadrem nos critérios para recebimento do benefício mas que ainda não estejam cadastradas serão incorporadas automaticamente por meio do cruzamento de dados dos sistemas do Ministério da Cidadania e das distribuidoras de energia.

Como funciona a Tarifa Social

A Tarifa Social de Energia Elétrica traz descontos no valor mensal do consumo das famílias beneficiadas, em três faixas de consumo. 

Para o consumo até 30 quilowatts-hora, a redução é de 65%; de 31 a 100 kWh/mês, o valor a pagar fica 40% menor; de 101 kWh a 220 kWh, a redução é de 10%; e apenas a energia consumida acima dos 220 kwh/mês tem custo similar à dos consumidores sem o benefício. Conforme representa o quadro abaixo:

Quem tem direito

Os critérios para receber o benefício não vão mudar. Têm direito à Tarifa Social as famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa, e também as famílias com portador de doença que precise de aparelho elétrico para o tratamento – nesse caso, com renda mensal de até três salários mínimos. Também têm direito as famílias com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).