segunda-feira, 24 de junho de 2024

Site diz que candidato a deputado federal do Piauí devia R$ 10 milhões a Pacovan

A polícia ainda não identificou o mandante e os demais envolvidos na morte do empresário e agiota Josival Cavalcante da Silva, mais conhecido como Pacovan.

Estima-se que Pacovan tinha pelo menos R$ 600 milhões emprestados a políticos e empresários dos estados do Maranhão, Piauí, Ceará e Tocantins.

O portal de notícias AZ, de Teresina (PI), divulgou que um candidato a deputado federal do Piauí, nas eleições de 2022, tinha um débito de R$ 10 milhões com o agiota.

Em Teresina, o intermediário dos empréstimos teria uma lista com deputado federal e estadual, e outra com nomes de prefeitos e candidatos a prefeitos. As identidades não foram reveladas.

Pacovan foi executado na última sexta-feira (14), na loja de conveniência do posto de combustível Joyce, de sua propriedade, em Zé Doca. O veículo usado pelos criminosos foi incendiado e localizado em uma estrada vicinal no mesmo dia do crime.

Por Luís Pablo

Nenhum comentário:

Postar um comentário