Blog do Adalberto Miranda - O polêmico da Região dos Cocais

Homem é morto com 25 facadas por causa de uma dívida de R$ 70 em Teresina

Um homem identificado como José Fernando Gomes, de 42 anos, foi morto a facadas por causa de uma dívida de R$ 70.00, na noite da ultima segunda-feira (11/12), em uma praça localizada no bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina.

Segundo reportagem da TV Meio Norte, José foi levado a força por um grupo com cerca de seis homens até a Praça dos Orixás. No local a quadrilha desferiu cerca de 25 facadas na vítima.

De acordo com relatos de familiares, um dos integrantes do grupo foi até a residência ameaçar de morte alguns parentes da vítima, ele ainda não estava na casa.

Eles relataram que o homem usava drogas como meio recreativo, mas que sempre pagava pelos entorpecentes em dia, porém ele acabou não pagando pela última compra que havia feito.

O homem morre ainda no local. O caso será investigado, até o momento ninguém foi preso.

Por 180 Graus

Prefeito tem que devolver R$ 750 mil repassados à empresa do seu primo

Os vereadores da Câmara de Dirceu Arcoverde foram comunicados oficialmente pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) do julgamento pela irregularidade de tomada de contas especial que apurou o repasse de R$ 750 mil pelo prefeito de Dirceu Arcoverde, Carlos Gomes de Oliveira (PP), conhecido por Carlão do Feijão, à empresa D. G. de Oliveira ME.

Os repasses, que exatos são da monta de R$  751.478,09, ocorreram sem qualquer previsão contratual ou qualquer justificativa plausível.

“No dia 01/08/2013 foi publicado no DOM o extrato do contrato N° 025/2013, da empresa D. G. de Oliveira ME, com prazo de execução até 31/12/2013. No dia 18/08/2014 foi publicado no DOM o 1° Termo Aditivo ao contrato N° 025/2013”, traz relatório técnico do Tribunal de Contas.

Chamado a se defender nos autos, Carlão do Feijão não apresentou qualquer justificativa para um aditivo a um contrato já extinto, que na visão dele justificaria o valor repassado.

Tal contrato previa a concessão de veículos por parte da empresa privada para a coleta de lixo, transporte escolar e para atender às necessidade diárias da prefeitura.

O homem que consta como dono da empresa D. G. de Oliveira ME é Dalvarez Gomes de Oliveira, que é primo do prefeito.

_O primo do prefeito, Dalvarez
_O primo do prefeito, Dalvarez Gomes de Oliveira

O acórdão encaminhado oficialmente ao legislativo municipal determina ainda a aplicação de multa ao gestor da ordem de 2.000 UFIR-PI.

Além de que determina a comunicação do caso ao Ministério Público Estadual (MPE) para acompanhamento do ressarcimento dos valores “e para as providências cabíveis em relação à irregularidade constatada”.

Hoje em dia o prefeito paga uma outra empresa pelo oferta de transporte escolar, agora, no nome da mulher do primo Dalvarez.

Trata-se da C L O Assis.

_Localização do município de Dirceu Arcoverde (Imagem: Reprodução)
_Localização do município de Dirceu Arcoverde (Imagem: Reprodução) 

Por Rômulo Rocha – Do Blog Bastidores

Maqueiro do IML é flagrado tendo relações sexuais com cadáver

Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado do Instituto Médico Legal e um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso. O cadáver seria o de uma moça que aguardava exame de necropsia.

Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado da função de maqueiro do Instituto Médico Legal (IML), após ter sido flagrado mantendo relações sexuais com o cadáver de uma moça que estava aguardando para passar por exame de necropsia.

O maqueiro foi flagrado por um perito criminal que estava de plantão no dia do ocorrido, na noite que o time do Flamengo foi campeão da Copa Libertadores da América.

O perito teria ido à sala de necropsia coletar dados sobre um cadáver e acabou encontrando o maqueiro sobre o cadáver.

Ao notar a presença do perito, o maqueiro teria pulado e saído desconfiado. O caso foi comunicado a direção do Departamento de Polícia Técnico e Científica (DPTC) e o diretor Lin Hung foi ao local e exonerou o maqueiro.

Na mesma noite, o diretor também exonerou outro funcionário que estava no local embriagado.

Segundo servidores do instituto que preferiram não se identificar, no dia do ato, os dois saíram para comemorar o resultado do jogo e voltaram bêbados.

De acordo com informações de delegados, ter relações sexuais com cadáver configura crime de vilipêndio de cadáver, com pena de um a três anos de prisão.

Um inquérito policial sobre o caso do maqueiro foi instaurado para verificar há quanto tempo a ação criminosa vem ocorrendo, já que o suspeito trabalhava no IML desde 2015.

O diretor do DPTC foi procurado, mas não foi possível encontrá-lo para falar sobre o caso.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) informou que pediu a abertura de inquérito para apurar o caso.

Confira a nota na íntegra:

“O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) informa que pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias de prática de necrofilia por um auxiliar de necropsia do órgão. O caso está sendo investigado pelo 27 DIP.

O auxiliar de necropsia foi demitido juntamente com um auxiliar administrativo por faltas funcionais graves praticadas durante o plantão do dia 23 de novembro, em que ambos deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornaram embriagados, segundo relatos de outros profissionais do plantão.

Outro fato grave denunciado por profissionais do plantão diz respeito ao auxiliar de necropsia. Segundo os relatos, ele foi flagrado em situação suspeita na sala de necropsia, na madrugada do domingo 24 de novembro. Assim que adentraram no recinto, encontraram-no arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver do sexo feminino.

O caso está em investigação pela Polícia Civil e o suspeito não faz mais parte dos quadros funcionais do IML.

Seguindo determinações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), o DPTC tomou todas as medidas cabíveis para o esclarecimento célere das denúncias.”

Após tentar fugir de blitz em Codó homem é preso de posse de uma arma de fogo

Um homem foi preso com uma arma de fogo na noite de quarta-feira (11) após tentar fugir de uma blitz de fiscalização preventiva no trânsito, que estava sendo realizada na Avenida Santos Dumont, em Codó, interior do Maranhão.

De acordo com a Polícia Militar, ao avistar a blitz de trânsito, Emanuel Eudes Pereira dos Santos tentou fugir, mas foi alcançado pelo Sargento Samarone. O militar fez uma revista pessoal no suspeito e encontrou um revólver Taurus, calibre 32, com cinco munições intactas.

O suspeito foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e apresentado na 4ª Delegacia de Polícia Civil de Codó.

Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.

Homem é morto a tiros de espingarda na zona rural de Codó

Um idoso de 60 anos foi morto a tiros de espingarda na manhã de quarta-feira (11) na localidade Orelha em Pé, zona rural de Codó, no interior do Maranhão.

A vítima, moradora do povoado Monduri, foi identificada como Antônio Espirito Santo.

De acordo com informações de testemunhas, o principal suspeito foi identificado como “Batata”. O delegado Gilvan Lucas disse a imprensa que o acusado e a vítima vinham discutindo há vários dias por motivos fúteis, sempre quando estavam consumindo bebidas alcoólicas.

O suspeito fugiu logo após o crime e o caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade

Ignorado pelos políticos de Codó, Moreira recebe homenagem no Prêmio Brasil Olímpico 2019

O velocista codoense José Carlos Moreira foi um dos homenageados durante o Prêmio Brasil Olímpico 2019, que ocorreu na noite de terça-feira (10) no Rio de Janeiro. O evento é considerado a festa de gala do esporte brasileiro e coroa os melhores atletas do ano.

Moreira fez parte da equipe do revezamento 4x100m rasos masculino que disputou os Jogos de Pequim 2008. Eles receberam a medalha de bronze herdada oficialmente neste ano após doping do jamaicano Nesta Carter.

Ignorados pelos políticos de Codó

Desde que recebeu a medalha olímpica no final de outubro, José Carlos Moreira tem recebido várias homenagens em todo o Brasil. No entanto, seu grandioso feito foi simplesmente ignorado pelos políticos de sua terra natal.

Tanto a Prefeitura de Codó quanto a Câmara Municipal não fizeram questão de prestar qualquer tipo de homenagem ao medalhista olímpico. A atitude dos políticos codoenses mostra que eles não valorizam os atletas do município e as importantes conquistas deles.

Por Marco Silva

Preso pela a policia civil pedreirense por extorção

O Pedreirense Paulo Sérgio Albuquerque da Silva, conhecido como “Paulinho Maluco”, foi preso nea terça-feira (10), pela Polícia do Maranhão, através da 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Pedreiras – MA.

Segundo informações, o mandado de prisão preventiva foi exarado pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Teresina – PI, em razão do descumprimento das medidas alternativas à prisão imposta nos autos 0001154-19.2018.8.10.0140, que apura a prática do crime de extorsão, previsto no art. 158 do Código Penal.

“Paulinho Maluco” foi preso por volta das 16h, nas imediações do Bairro Maria Rita. Após passar por exames de corpo de delito, o acusado foi encaminhado para a Penitenciária de Pedreiras, onde ficará à disposição do poder judiciário.

A Polícia Civil do Estado do Maranhão agradece o apoio da população no combate ao crime”. Disse o delegado regional Diego Maciel Ferreira.

Ascom: Polícia de Pedreiras

Covardia – Filho é preso por manter o próprio pai em cárcere privado

A Policia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência do Interior – Delegacia de Barreirinhas, autuou em flagrante delito um homem identificado como Jose Ribamar da Silva, por suspeitas de mais tratos contra o próprio pai.

De acordo com informações policiais, no domingo (1º) uma equipe da Civil em Barreirinhas recebeu denúncias de maus tratos contra o pai de José de Ribamar, o Sr. Jose Demétrio Ferreira, de 78 anos de idade.

Após a denúncia, os investigadores se deslocaram até a residência indicada e constataram a veracidade dos fatos. José Ribamar havia deixado o pai sem alimentação desde o dia anterior e a porta da casa acorrentada, colocando-o em situação de cárcere privado.

José Ribamar foi localizado e preso em flagrante, e a vítima foi devidamente resgatada, alimentada e levada ao hospital. Além disso, o caso foi comunicado aos demais familiares com quem  o Sr. Jose Demétrio passará a residir.

Com informações da Polícia Civil

Três homens são presos pela a Policia Civil por furto e receptação em Codó

Três jovens foram presos na última sexta-feira (06) na Rua 02, Vila Biné, bairro São Francisco, em Codó, interior do Maranhão. Elieldes de Jesus Soares, popularmente conhecido como “Elinho”, e Pedro Paulo Silva Santos foram detidos suspeitos de furtarem dois tablets, e Antônio Domingos Cunha da Silva, o “Vera”, foi conduzido por receptação de produto furtado.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima procurou a Polícia Civil para denunciar que dois homens entraram pela porta dos fundos de sua casa e furtaram dois tablets da marca Samsung. Ele também afirmou que conhecia os suspeitos de praticarem o crime. A guarnição de plantão fez buscas nas casas dos suspeitos e encontrou um dos objetos na residência de “Elinho”.

Já dentro da viatura policial, os suspeitos confessaram que o outro tablet estava em posse de “Vera”. No local, os policiais foram informados que o aparelho estava enterrado no quintal do suspeito de receptação.

Os três receberam voz de prisão e foram encaminhados para a 4° Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.