Blog do Adalberto Miranda - O polêmico da Região dos Cocais

Elemento é preso após quebrar vidro de carro para tentar furtar objetos

Foi preso na tarde de sexta-feira (04), por volta das 14h20, no momento em que arrombava um carro na Av. Dr. José Anselmo, bairro São Benedito, em Codó. Leonilson dos Santos Silva de 25 anos.

De acordo com o boletim de ocorrências, Leonilson dos Santos Silva quebrou o vidro do carro para tentar furtar objetos. O proprietário do veículo percebeu a ação e conseguiu capturar o criminoso.

A Polícia Militar foi chamada e conduziu o suspeito para a 4° Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Baderneiro é preso em Codó após ameaçar o próprio pai vendedor de melancias

No início da tarde de sábado (05), por volta das 12h40, foi preso um jovem de 26 anos, suspeito de promover baderna na Praça Almirante Tamandaré, bairro Santa Filomena, em Codó.

Testemunhas relataram, que Micael de Sousa Moura estava ameaçando o próprio pai vendedor de melancias e outras pessoas que estavam próximo ao local.

O suspeito estava de posse de uma faca e aparentava estar bastante alterado.

Após ser acionada por populares, a Polícia Militar efetuou a prisão do mesmo e o encaminhou para a 4° Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra suspeito de homicídio em Codó

Policiais civis do Grupo de Pronto-Emprego (GPE) cumpriram o mandado de prisão expedido pela Justiça, contra Francisco José Silva Filho, popularmente conhecido como “Tim-Tim”.

A prisão foi efetuada nesta sexta-feira (04), por volta das 11h, pela equipe comandada pelo delegado Gilvan Lucas.

De acordo com a Polícia Civil, “Tim-Tim” teria sido condenado pela Justiça por crime de homicídio. No entanto, não foi informado maiores detalhes sobre o crime e em que data teria acontecido.

Após ser conduzido e interrogado, o preso foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Codó.

Marco Silva/Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.

Vídeo: deputado Capitão Cueca do PT chama a atenção por onde passa; confira no vídeo Data: 04 de Out de 19 às 18:00 Categoria: Brasil Sem Comentários

O deputado federal do PT, José Guimarães, do Ceará, não tem tido sucesso por onde anda. Conhecido por “ Capitão Cueca” teve um assessor  gravado guardando dinheiro da propina na cueca, o parlamentar é hostilizado como o leitor verá agora no vídeo abaixo:

Do Blog do Luis Cardoso

Cadáver permanece às margens da BR-135 há mais de 5 dias no Piauí

Um fato está deixando a população de Cristino Castro revoltada, é que no último final de semana, um corpo de um homem, ainda não identificado, foi encontrado em um matagal, às margens da BR 135, próximo à cidade.

Segundo populares, a polícia esteve no local, mas nenhuma providência teria sido tomada até o momento e pedaços do cadáver seguem a mostra, sendo arrastado por animais. Teria sido encontrado por um funcionário da empresa que trabalha no alargamento da rodovia.

A população segue assuntada e pede que alguma providência seja tomada para retirada do cadáver do local e o encaminhamento para o IML em Teresina.

As informações são do PortalB1

Foram presas por furtos em Canindé Quatro Codoenses e outras cinco pessoas

Marco Silva

Em ações distintas das forças de segurança do Estado, nove pessoas foram presas em flagrante por envolvimento em furtos contra romeiros e transeuntes, no Centro de Canindé, Área Integrada de Segurança 15 (AIS 15), na quarta-feira (2).

As prisões foram realizadas em ações das Polícias Civil e Militar, que resultaram ainda nas apreensões de mais de R$ 5 mil. Além disso, as equipes encontraram também em torno de 15 aparelhos celulares, documentos e outros bens.

Em uma das ações, policiais militares lotados na 1a Companhia de 4° Batalhão da Polícia Militar do Ceará (1aCIA/4°BPM) receberam uma denúncia acerca de suspeitos cometendo os furtos, no Centro da cidade. A partir das informações recebidas com as características dos criminosos, a Polícia Militar saiu em diligência com o objetivo de encontrá-los. Foi então que os policiais chegaram ao imóvel alugado por romeiros, onde o potiguar, Adaildo Honório Ribeiro (58) – sem antecedentes criminais no Ceará -, foi encontrado.

No quarto onde ele estava, a PM localizou uma mulher, também oriunda do Rio Grande do Norte, identificada por Ivanete da Costa Dantas (63) – sem antecedentes criminais no Ceará. Em seguida, a pernambucana, Juriana Matias da Silva (40), também sem passagens pela Polícia cearense, chegou ao local, onde os militares encontraram diversas bolsas, em torno de dez aparelhos celulares e quase R$ 2.500 em espécie. Diante dos indícios de participação nos crimes, o trio foi conduzido à Delegacia Regional de Canindé, onde foi autuado em flagrante por furto qualificado mediante o concurso de pessoas.

Também em uma ação da Polícia Militar, quatro maranhenses foram presos, no Centro de Canindé. Francisco Clézio dos Santos Lima (33), Jacilene de Araújos Andrade (21), Raimundo da Silva Sousa (30) e Raimundo Nonato Araújo dos Santos (35), todos oriundos Codó, no Maranhão, foram presos em flagrante.

De acordo com as informações repassadas aos profissionais de segurança, o ‘modus operandi’ dos criminosos consistia em um integrante distrair a pessoa alvo da ação criminosa, enquanto os demais subtraíram os pertences da vítima.

Por meio de buscas no município, os policiais militares chegaram ao grupo, que não possuía antecedentes criminais no Ceará, que foi preso na mesma região onde ocorreu o furto. Por meio de revista pessoal, os policiais militares apreenderam quase R$ 2.500, dois aparelhos celulares e relógios, que possivelmente pertenciam aos romeiros que frequentam a cidade. Os suspeitos também foram autuados em flagrante.

Mulheres presas pela Polícia Civil

Prisões também foram realizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio de uma equipe da Delegacia Regional de Canindé. Duas mulheres, sendo uma do Piauí e outra do Maranhão, foram presas por furtos de celulares na cidade. Com Flávia Antônia Morais do Nascimento (32) – natural de Teresina, no Piauí; e Igerlane Martins de Sousa (32) – natural de Coelho Neto, no Maranhão -, foram encontrados três aparelhos celulares, R$ 400 em espécie e também lâminas de metal que provavelmente seriam utilizadas para rasgar as bolsas das vítimas. A dupla foi encaminhada para a Delegacia Regional de Canindé, onde também foram autuadas por furto qualificado mediante o concurso de pessoas. A Polícia Civil agora apura se todos os capturados pertencem ao mesmo grupo criminoso.

Ascom/Polícia Civil

Mulher faz pose ao ser presa pela quarta vez por suspeita de tráfico

Uma mulher de 29 anos identificada como Vyrna Melo Brayner foi presa pela quarta vez nesta quarta-feira (2) alvo de um mandado de prisão por suspeita de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico.

Policiais Civis lotados na Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão à Entorpecentes (Depre) efetuaram a prisão no loteamento Mocambinho.

A mulher trabalha com venda de roupas na internet e é mãe de duas crianças. No início de 2018, ela também chegou a posar para fotos registradas enquanto era apresentada pela polícia.

Em junho de 2018, a polícia civil cumpriu busca e apreensão na casa de Vyrna Melo e Arrhenios Oliveira Veras, que residiam juntos. Na ocasião foram apreendidos na casa substâncias análogas à cocaína e maconha. O companheiro dela estava preso e teve prisão preventiva revogada na época.

“Vyrna já havia sido presa na Operação Boreal, realizada pela Depre em 2014; teve sua liberdade deferida para responder o processo em liberdade, sendo decretada sua prisão, após sentença de condenação a 8 anos de cadeia, a ser cumprida em regime fechado, da lavra do Juiz Almir Adib Tajra, Titular da 7ª Vara Criminal de Teresina”, informou a Depre em nota.

Segundo a polícia, Vyrna responde a mais dois processos criminais por tráfico de entorpecentes, na 7ª Vara Criminal de Teresina, por prisões realizadas nos anos de 2016, pela Polícia Militar, e em 2017 pela Depre.

Valmir Macêdo (Com informações da Depre)
valmirmacedo@cidadeverde.com

Ex-deputado Sousa Neto vai entrar na disputa pela Prefeitura de Santa Inês

O ex-deputado Sousa Neto não pretende encerrar sua carreira política. Apesar de ter desistido da última campanha para reeleição do seu mandado de deputado, Sousa pretende ser candidato em 2020.

Sousa Neto já avisou aos amigos mais próximos que irá entrar na disputa pela Prefeitura de Santa Inês-MA. Ele se filiou no PSDB e vai comandar a legenda no município, onde vai disputar a eleição.

Antes o partido era comandado em Santa Inês pelo ex-prefeito Valdevino Cabral, que deixou a legenda e se filou no PL do deputado federal Josimar de Maranhãozinho.

O padrinho da campanha do ex-deputado Sousa Neto será o senador Roberto Rocha (PSDB), que já garantiu todo apoio do partido.

Por: Luís Pablo

Lava Jato desistiu de pedir que Lula pague multa para sair da cadeia

No início de setembro, força-tarefa ressaltou que sanção fixada pela Justiça, de quase R$ 5 milhões, tinha que ser quitada antes da progressão de regime

No requerimento em que, no último dia 27, pediu a concessão de prisão semiaberta para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Ministério Público Federal abriu mão de uma exigência que fizera em manifestação anterior ao tratar do caso do petista.

No dia 2 de setembro, os procuradores da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba deixaram explícito que, para ter direito ao benefício, Lula teria que quitar o pagamento da quantia determinada pelo Superior Tribunal de Justiça em sua condenação (em valores atualizados, quase 5 milhões de reais). Em documento protocolado na época, o MPF afirmou que a progressão de regime só seria possível com “a reparação do dano” ou “devolução do ilícito”.

Na sexta-feira passada, porém, os procuradores afirmaram à Justiça, que, como se tratava de execução provisória da pena (Lula não foi condenado em última instância), a “garantia integral à reparação do dano e à devolução do ilícito praticado” era suficiente para “autorizar a mudança a regime prisional mais brando”. Ou seja, o pagamento não precisaria ser feito antes de o ex-presidente deixar a cela na Polícia Federal. Em casos semelhantes ao de Lula, a força-tarefa também frisara que o ressarcimento de danos deveria ocorrer antes da progressão de regime.

Para o advogado Alamiro Velludo Salvador Netto, professor da USP (Universidade de São Paulo) e autor do livro Curso de Execução Penal, os procuradores passaram a considerar que o bloqueio dos bens do ex-presidente – já determinado pela Justiça – seria suficiente para permitir a prisão semiaberta. “Nesta segunda manifestação, o MPF deu uma interpretação mais abrangente para o conceito de pagamento”, disse.

A decisão, porém, caberá à juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba. Em despacho no último dia 23, ela citou que, nos casos de crimes contra a administração pública, não haveria a possibilidade de progressão de regime sem o pagamento das obrigações determinadas pela Justiça. Na segunda-feira 30, além de solicitar à PF a certidão de conduta de Lula na cadeia, Lebbos determinou que fosse juntado um “cálculo atualizado de pena”.

Para Salvador Netto, ela, neste ponto, referiu-se à pena de prisão imposta a Lula (para ter direito ao regime semiaberto, ele tem que completar um sexto da pena). De acordo com o professor da USP, nada impede que a juíza, depois de receber as informações, determine que o ex-presidente faça o pagamento dos valores determinados pela Justiça.

Procurada por VEJA, a força-tarefa do MPF disse, por meio de sua assessoria, que já havia tratado do assunto no processo e que não voltaria a se manifestar.

Por: Fernando Molica