Idoso que se passava por policial é preso com arma de brinquedo no Km 17 !

quinta-feira, 15 de novembro de 2018 0


Após denúncias de populares, a guarnição da Polícia Militar de Codó deslocou-se até o km 17 na última quarta-feira, e efetuou a prisão do idoso Raimundo Brandão França, 70 anos, o mesmo estava ameaçando as pessoas em um estabelecimento comercial naquele Distrito e se identificando por policial militar e portando um simulacro de arma de fogo.

Após localizado pela equipe de policiais, o conduzido foi apresentado na 4º Delegacia de Polícia Civil para que sejam tomadas as medidas necessárias.

Fonte do Blog do Bezerra 

Presidente diz que funcionários do comércio de Codó só trabalham se quiserem nos feriados !

0

Só feriados nacionais são pelo menos 11 este ano. Os municipais começam em janeiro (20/01) aqui em Codó e seguem até novembro com o dia do Evangélico (30/11).
Para os empresários isso não é nada bom, a solução é correr atrás do sindicato para negociar a abertura dos estabelecimentos quando deveriam estar fechados.
Aquele empresário que decide abrir sua loja em dia de feriado aqui em Codó precisa estar consciente de que há um peso a mais, financeiro, sobre aquele  trabalhador que for posto em atividade em dias como este, isso porque há uma fiscalização feita pelo sindicato dos comerciários.
O presidente Luciano Viana Oliveira explica que para abrir é preciso pagar hora extra de 100% para o trabalhador e só pode funcionar durante 4 horas. Outra exigência é que o funcionário não pode ser obrigado a comparecer ao serviço, trabalha quem quer.
E para ser autorizado a abrir tem prazo.
Só feriados nacionais são pelo menos 11 este ano. Os municipais começam em janeiro (20/01) aqui em Codó e seguem até novembro com o dia do Evangélico (30/11).
Para os empresários isso não é nada bom, a solução é correr atrás do sindicato para negociar a abertura dos estabelecimentos quando deveriam estar fechados.
Aquele empresário que decide abrir sua loja em dia de feriado aqui em Codó precisa estar consciente de que há um peso a mais, financeiro, sobre aquele  trabalhador que for posto em atividade em dias como este, isso porque há uma fiscalização feita pelo sindicato dos comerciários.
O presidente Luciano Viana Oliveira explica que para abrir é preciso pagar hora extra de 100% para o trabalhador e só pode funcionar durante 4 horas. Outra exigência é que o funcionário não pode ser obrigado a comparecer ao serviço, trabalha quem quer.
E para ser autorizado a abrir tem prazo.
“O prazo é 48h antes do feriado a empresa tem que fazer o acordo com seus funcionários e traz até o sindicato para o sindicato homologar, caso  não faça isso ela sofrerá as penalidades (…) nós uma cláusula também na convenção que diz – a loja que descumprir qualquer cláusula da convenção coletiva de trabalho era será penalizada em 100%, 50% a cada colaborador e 50% a favor do sindicato”
Perguntamos a quem encara todos estes critérios – compensa abrir nos feriados? O gerente Eliel Dias Dantas, respondeu assim.
 “Compensa porque tem muitos clientes que têm mais tempo no feriado, né, (…) então compensa porque nós temos nossas metas a cumprir, o comércio,  e o comércio não tá lá essas coisas, né, e a gente perdendo mais um dia dentro do mês aí reduz muito a cobertura das nossas metas, né, por isso que a gente faz isso com parte dos funcionários não com o quadro completo…REDUZ QUANTO, 30%? É uns 30% dos quadro”
Os comerciários que aceitam trabalha dizem que o motivo é poder aumentar a renda no fim do mês, o consumidor também gosta, claro, por outro motivo.
“Movimentação menor, atendimento melhor e o clima hoje em Codó tá maravilhoso o que tende a ser uma situação perfeita pra comprar e, claro, pra pagar (…) principalmente as nossas lojas têm o melhor pra oferecer ao cliente, cara, tudo certo”, explicou o professor Francisco das Chagas Mendes que estava fazendo compras no centro nesta quinta-feira, 15.
Do Acelio

Espingarda - Mulher é assassinada em Codó com um tiro na boca pelo o seu próprio companheiro !

0

Vitima Lilian Rafaela Santos Silva
Jhonatan M. da Silva 19 anos foi preso na atarde desta quinta feira em Codó, por ter assassinado barbaramente a sua companheira com um tiro de espingarda na boca
crime bárbaro chocou os moradores da rua Santiago, no bairro São Pedro, em Codó. 
Acusado Jhonatan Moura 
O crime aconteceu por volta das 15h desta quinta-feira, e teve como vítima fatal, Lilian Rafaela Santos da Silva, de 25 anos de idade.
O Jhonatan Moura confessou o crime e ao confessar o relatou que,  matou a companheira após discutirem na residência que moravam. Ainda em seu depoimento o réu confesso alegou que vivia a cerca de 4 meses com a mulher e que o relacionamento era conturbado, com várias brigas e discussões.
Em entrevista à imprensa, o Policial Militar Cabo Bacelar disse que o homicida alegou que vinha sofrendo ameaças da companheira e que vizinhos relataram que ele agredia constantemente a mulher.
O criminoso foi encaminhado para a 4ª Delegacia de Polícia Civil de Codó e ficará à disposição do delegado de plantão.

Deputados querem instalar CPI para investigar grandes construtoras no Maranhão "Cyrela e a Franere/Gafisa" !

0

César Pires e Zé Inácio querem investigação contra grandes construtoras no Maranhão
César Pires e Zé Inácio querem investigação contra grandes construtoras no Maranhão

Os deputados estaduais César Pires (PV) e Zé Inácio (PT) querem a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar obras de grandes construtoras no Maranhão.
A primeira CPI será contra a empresa Cyrela e é de autoria de Zé Inácio para investigar denúncias de irregularidades nos imóveis construídos no Estado, um dos casos que deve ser investigado será do condomínio Jardins.
“A abertura da CPI é um clamor da população que nos buscou na Assembleia, após várias ações judiciais já tramitarem para reparar os danos sofridos, mas precisamos aprofundar essa investigação sobre a Cyrela que tem descumprindo os direitos dos consumidores”, disse o petista.
A outra CPI que a Assembleia Legislativa se prepara para a instalação será contra Franere/Gafisa, que deverá ocorrer ainda neste mês. A CPI é proposta de César Pires e já foi lida nesta quarta-feira (14) no plenário da Assembleia.
Na próxima semana será publicada no Diário da Assembleia a criação da CPI, que também será para apurar as obras realizadas pela Franere/Gafisa no Maranhão.
O deputado César Pires, inclusive, chegou a criticar duramente a construtora pelos problemas enfrentados por vários moradores do Condomínio Costa do Araçagy.

Do Luis Pablo

Famem, Aged e Sagrima buscam soluções para regularizar abatedouros municipais !

0

Custos elevados, entraves da legislação e falta de informações tem impedido as prefeituras de construírem ou de regularizarem os abatedouros municipais.
O caso é grave e foi levado ao conhecimento da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) pelo presidente do Sindicado dos Fiscais Agropecuários – SINFA.
Para se ter uma ideia da situação, nenhum dos 217 municípios maranhenses possuem abatedouros municipais regularizados pelos órgãos de inspeção animal (AGED), sendo a maioria dos abates feitos de forma clandestina, sem higiene e que pode causar danos a saúde dos consumidores, visto que não há um acompanhamento por parte de um veterinário para atestar a saúde do animal.
Outra preocupação dos órgãos com os matadouros clandestinos é que não há cuidado com o bem estar do animal, causando-lhe enorme sofrimento no momento do abate.
Apreensiva com esta situação, a Federação encabeçou uma reunião em sua sede com todos os responsáveis diretamente no processo de fiscalização e controle, os quais se fizeram presentes na ocasião a AGED, a SAGRIMA, o Ministério Público, SINPA e todo o corpo técnico dos setores de saúde, projetos, agricultura e meio ambiente da federação.
Após uma ampla discussão entre os órgãos, chegou-se a conclusão que os trâmites burocráticos não permitiriam a regularização em curto prazo. E que diante dos elevados custos de construção e de manutenção, nem que todos os municípios possuíam disponibilidade orçamentária para tê-los em sua estrutura administrativa.
Com um enorme desafio pela frente, a entidade e os órgãos governamentais organizaram-se em um grupo de trabalho que vem buscando modelos e experiências de outros estados para tentar adequar a nossa realidade, além de estar realizando visitas técnicas aos abatedouros privados localizados nos municípios.
Já tendo realizado a primeira visita técnica a um abatedouro de São Luís no dia 31/10, nesta quinta(8/11) e sexta-feira(9/11) foi a vez da equipe da FAMEM, AGED e do consórcio do CIM fazerem o acompanhamento dos abatedouros privados das cidades de São Bernardo e Tutoia, respectivamente, no qual estiveram presentes a convite da federação os prefeitos Alberto Rocha(Prefeito de Santa Quitéria) e Leonardo Caldas(Prefeito de Milagres do Maranhão), além do chefe de gabinete de Anapurus, Pedro Francisco e dos secretários de agricultura de Tutóia e de Santana do Maranhão.
Na ocasião, os participantes tiveram a oportunidade de visitarem e conhecerem pessoalmente os princípios de funcionamento e as instalações necessárias para a regularização destes locais a partir de abatedouros privados da região que estão em funcionamento e que contam com a certificação SIE (Selo de Inspeção Estadual).
“Estamos buscando auxiliar os municípios que já possuem uma estrutura com viabilidade a se regularizarem, e assim, servirem de apoio regional aos demais da sua proximidade. Outra possibilidade também que estamos estudando, seria através de consórcios públicos, onde teríamos um abatedouro construído em um ponto estratégico para o abate e transporte, e nos demais consorciados seria construído somente um entreposto(câmaras frigoríficas) para receberem as carcaças dos animais. A parceria público privada também poderá ser uma saída para esse embrólio”, defende a coordenadora do setor de Agricultura e Meio Ambiente da entidade, Rita de Cássia.
A Famem está desenvolvendo o projeto base com o menor custo/benefício para as prefeituras, obedecendo todos os critérios dos órgãos de fiscalização e controle para disponibilizar aos municípios interessados na construção.
Diante da abertura de programa para construção, ampliação e reforma de abatedouro pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, com prazo de apresentação de proposta até o final do mês de novembro, o presidente da Famem, Cleomar Tema, solicitou que o Setor de Projetos e Convênios realize um mutirão para auxiliar os prefeitos municipais no cadastramento das propostas por meio do SICONV.

A Rádio Eldorado AM de Codó está festejando hoje 37 anos de existência !

quarta-feira, 14 de novembro de 2018 0

A PIONEIRA DO VALE DO ITAPECURU foi fundada nesta data, 14 de novembro, no início da década de 1980 por iniciativa do então deputado estadual Sebastião Murad, seu primeiro proprietário e fundador.
Entre os diretores de destaque estão Luis Carlos de Sousa, o Gaúcho, e Amaro Cordeiro, porém muitos outros contribuíram para seu crescimento (Mana Murad, Duarte Vale, Mario Filho, Jonas Filho, Ayala Mota já na era Archer, Jerônimo Filho na atualidade).
Grandes nomes do rádio codoense começaram na emissora, entre os quais podemos citar: Fernando Santos (Narrador Esportivo), Gilson Rodrigues (atualmente na Mirante AM de São Luís), Sérgio Rodrigues (narrador, atualmente na Região Tocantina), Júlio César Rodrigues, também da área esportiva.
Também fizeram nome no início da emissora e anos depois Chapéu de Couro, Eduardo Muniz, Geruan Almada, José Carlos Costa, Rejane Sousa, Silvestre Néres, Ivan Moreira, Jéferson Freitas, Coutinho Sousa, Aderson Silva, Francileide Silva, Os eterno Djalma Siqueira, Geraldo Sanches, Joel Ricardo Silva Jr.  Marizan Sousa (na sonoplastia) e Raimundo Alves (lendário sonoplasta). Todos contribuíram para o sucesso desta grande emissora. 
Muitos locutores fizeram um resumo da história e de suas histórias com  a emissora (Pedrinho Filho, Edinaldo Silva, Jerônimo, Walter Silva, Bruno, Adalberto Miranda,  Jair Ribeiro, Daniel Sousa, Francisco Lemos Daniel Sousa e outros).

Prefeitura e Governo do Estado entregam mais um CRAS e CREAS para população codoense !

0

O governo Mais Avanço Mais Conquistas, por meio da Secretária de Desenvolvimento Social, do Direito da mulher, Segurança Alimentar e de Igualdade Racial e em parceria com o Governo do Estado do Maranhão, fez a entrega de mais um Centro de Referência da Assistência Social. Desta vez os contemplados foram os moradores do bairro Codó Novo. Na oportunidade estiveram presentes o prefeito Nagib, a primeira- dama e secretária de assistência social, Agnes Oliveira, o secretário estadual de assistência social, Francisco Oliveira Júnior, vereadores, secretários de governo e os moradores localidade.
Temos uma grande satisfação de ao lado do prefeito Nagib, da primeira-dama e secretária de assistência social, Agnes Oliveira, de entregar mais uma obra tão importante para população. Essa parceria entre o nosso governador Flávio Dino e o Prefeito Nagib está rendendo ótimos frutos aos codoenses e muito mais ainda está por vir”, declarou o secretário estadual de assistência social, Francisco Oliveira Júnior.
A estrutura do CRAS Codó Novo, a segunda unidade com sede própria no município, possui sala de atendimento familiar, 04 banheiros (02 banheiros adaptados para pessoas com deficiência), sala de multiuso, almoxarifado, copa, sala de equipe técnica (psicólogas, e assistentes sociais) e sala de administração. E tem trabalhos de políticas públicas em articulação com as secretarias de saúde, educação e meio ambiente, ofertando atendimento psicossocial para as famílias em acompanhamento no âmbito do PAIF (serviço de proteção e atendimento integral às famílias).
Quero agradecer, de todo coração, a competente e dedicada equipe de trabalho desta valorosa unidade do CRAS. Hoje temos a satisfação de entregar mais uma obra a população de nosso município, contemplando agora a unidade CRAS Codó Novo. Nossa equipe está pronta para atender adolescentes, mulheres, idosos e pessoas que estejam precisando de auxilio social. Nossa população merece atenção e carinho e que toda a rede de assistência social esteja funcionando em sua plenitude e com muita eficiência”. Disse a Secretária de Desenvolvimento Social, Agnes Oliveira.
Em seguida as autoridades seguiram para outra inauguração: a do Novo CREAS de Codó, também com sede própria, que ofertará atendimentos do Paefi, que é um serviço de orientação e acompanhamento de famílias que possuem um ou mais indivíduos em situação de vulnerabilidade, como ameaça ou violação de direitos. O objetivo é preservar e fortalecer os vínculos familiares e com a comunidade e fortalecer a função protetiva das famílias.
Em seu discurso, o prefeito Nagib destacou a grande importância das duas obras e seus serviços aos codoenses. “Desde o inicio de nossa gestão demos prioridade para que as políticas públicas sociais chegassem de forma efetiva a parcela da população que mais precisa desses serviços. A atenção básica é fundamental e sempre foi a porta de entrada dos serviços sociais para nossa população. Quero agradecer ao carinho de todos e a grande parceria com o Governo do Estado. Juntos temos o objetivo de trabalhar para melhorar a qualidade de vida da população, por meio de um trabalho sério, atendimento especializado e cuidando das famílias em vulnerabilidade. Parabéns a todos”, concluiu o prefeito Francisco Nagib.
Ascom – PMC

Tecnologia do Blogger.