Rádio Eldorado de Codó

sábado, 5 de dezembro de 2020

Vereadores querem afastamento do prefeito Eudes Sampaio

A operação “Ágio Final” deflagrada ontem (3) pela Polícia Federal ecoou na Câmara Municipal de São José de Ribamar na sexta-feira (4). A ação policial teve o objetivo de desarticular uma associação criminosa que praticava extorsão contra o prefeito Eudes Sampaio.

Três mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios de São Luís, São José do Ribamar, Itapecuru Mirim e Pindaré Mirim. 

De acordo com a PF, a investigação teve início a partir de denúncia apresentada pelo prefeito Eudes Sampaio, que alegou ter sofrido diversas ameaças em 2020 (REVEJA).

Os vereadores usaram a tribuna da Casa Legislativa para cobrar explicações sobre a possível participação do prefeito Eudes Sampaio num esquema de corrupção e propuseram o afastamento do gestor.

“Essa casa tem que se fazer presente com o povo, e pedir o afastamento do prefeito, porque há indícios criminosos, com toda certeza, e a Polícia Federal já está agindo. Esse cidadão que foi citado, que é um grande agiota e já foi inúmeras vezes preso, tá sendo citado junto com o prefeito Eudes Sampaio. Então, onde há fumaça, há fogo. A Câmara tem que proteger o povo ribamarense, e proteger a próxima gestão que virá”, frisou o vereador Osvaldo Brandão.

O vereador Cássio Salis também propôs medidas firmes. “Essa casa tem que tomar uma postura. Chegou o momento de pedir o afastamento do prefeito Eudes Sampaio, até porque, há muito o que se explicar. Então nós, enquanto Câmara, a gente pede o afastamento do atual prefeito, até para que ele possa esclarecer os fatos”, afirmou.

O vereador Nonato Lima pedirá ao prefeito eleito, Dr. Julinho, que solicite o bloqueio de todos os recursos para evitar uma sangria nos cofres públicos da Prefeitura de São José de Ribamar.

Luís Pablo

Nenhum comentário:

Postar um comentário