Rádio Eldorado de Codó

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Delegado dá novos detalhes sobre prisão em Codó de foragido que matou funcionário que foi ‘cortar’ energia elétrica dele em Pernambuco

Sebastião Ayres de Assis Neto, de 45 anos, foi preso na zona rural de Codó depois que a Polícia Civil daqui recebeu um alerta da polícia de Pernambuco . 

Na casa onde ele foi localizado e preso a polícia encontrou dinheiro, munição DE REVÓLVER e documentos falsos.

“Na ocasião ele apresentou nome falso, a gente encontrou documentos falsos na casa dele, munições calibre 38, ele também foi autuado em flagrante por conta desses crimes, agora ele responde aí perante a Justiça, agora a gente espera que o PODER JUDICIÁRIO adote as providências que achar cabíveis”, explicou o delegado FRANCISCO Fontenel

Ele é acusado de matar um funcionário da Companhia Energética de Pernambuco no dia 29 de setembro do ano passado, na zona rural do município de Limoeiro.

A vítima, José Reginaldo de Santana Júnior, de apenas 31 anos de idade, chegou para efetuar a suspensão do fornecimento porque o HARAS de propriedade do acusado, devia R$ 28 mil de energia elétrica.

Depois de matar a tiros José Reginaldo, o companheiro dele foi obrigado a religar o fornecimento.

“Os rapazes foram fazer o corte de energia e acabou assassinando o rapaz, obrigou o outro a fazer a religação, foi expedido um mandado da de prisão em desfavor dele, ele se evadiu, veio pra Codó”, afirmou a autoridade

A Polícia Civil de Pernambuco já foi comunicada de sua prisão em Codó e nos próximos dias vai providenciar a remoção de Sebastião Ayres de Assis neto, mais conhecido como NETO SANTOS, para a comarca de Limoeiro onde será entregue à Justiça.

Contra ele existia até uma recompensa no valor de R$ 20.000,00 para quem desce informações verídicas sobre seu paradeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário