Rádio Eldorado de Codó

sexta-feira, 9 de julho de 2021

“Só no Brasil que um investigado por desviar 260 milhões da saúde dá voz de prisão para alguém” — diz parlamentar


O deputado federal Carlos Jordy, membro da tropa de choque de Bolsonaro no Congresso Nacional, criticou a prisão do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias. A detenção do servidor foi ordenada por Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia.

“Omar Aziz diz que não admite que a CPI vire chacota. Esse circo todo é uma chacota” — afirmou o parlamentar no Twitter.

“Só no Brasil que um investigado por desviar 260 milhões da saúde dá voz de prisão para alguém” — acrescentou.

O senador Omar Aziz é investigado por desvios de recursos para a área da saúde quando foi governador do Amazonas. Ele foi alvo de uma operação do Ministério Público Federal chamada “Maus Caminhos”. Ela foi deflagrada em 2016 e houve uma série de desdobramentos. O objeto principal da investigação é o desvio de cerca de R$ 260 milhões de verbas públicas da saúde por meio de contratos milionários firmado com o governo do estado do Amazonas.

Com Informações: https://imprensabrasil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário