Rádio Eldorado de Codó

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Filha de secretária de Educação que estuda na Bolívia aparece na folha de pagamento de prefeitura recebendo mais de R$ 2 mil

 


A prefeita Danielly Trabulsi (PTB) tem muito para explicar a população do pequeno município de São Roberto, com pouco menos de 6 mil habitantes. A cidade está vivendo um verdadeiro caos, a administração municipal colapsou totalmente os serviços básicos que, diga-se de passagem, são muito deficitários.

E para além disso, as aulas da rede pública de ensino começaram em meados de abril porque a secretária de Educação, Profª Elisangela Castro, simplesmente “não lembrava” que precisava reformar as escolas no final do ano letivo – em dezembro de 2021.

A titular da Educação deixou passar dezembro de 2021, janeiro, fevereiro e março de 2022, para então, reformar as escolas do município. Porém, ainda em dezembro do ano passado, teve um fato que justificou “o esquecimento” tanto da prefeita Trabulsi como da secretária Elizangela Castro.

Blog do Domingos Costa apurou que Eduarda de Castro Alves, filha da secretária de Educação, aparece na folha de pagamento da prefeitura com salário de R$2.442,00 (dois mil e quatrocentos e quarenta e dois reais).

Ocorre que além do nepotismo, a jovem é estudante de medicina na Bolívia e só é vista em São Roberto nas férias – de ano em ano. E embora resida aproximadamente 3.500 km de distância do local de trabalho, ela recebe rigorosamente todo mês o salário em conta bancária.

Conforme dados do Portal de Transparência do Município, Eduarda aparece no cargo de Diretora de Departamento, recebe sem trabalhar e é, portanto, funcionária fantasma da secretaria onde a mãe é titular.

– R$ 20 mil de prejuízo aos cofres públicos

Eduarda foi beneficiada pela fraude durante o período de 8 meses (de abril a dezembro/2021), embolsou aproximadamente o valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). Logo que a irregularidade foi descoberta o nome da jovem foi excluído da folha de pagamento em Janeiro de 2022.

O curioso é que a  prefeita Danielly foi eleita com discurso de moralidade, ética e principalmente anticorrupção, porém vem repetindo as mesmas práticas do seu esposo, quando foi prefeito e deixou o município quebrado. Vale ressaltar que a gestora é ausente do município, mora com filho em São Luís e todo corpo do secretariado é de baixo nível técnico.

Fonte Domingos costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário