Rádio Eldorado de Codó

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Wellington denuncia farra de comissionados promovida por Flávio Dino e questiona alegação do governador de falta de recursos para nomear concursados

O deputado estadual Wellington do Curso expôs, na quarta-feira (7), parte do Diário Oficial do Poder Executivo em que se confirma que o governador Flávio Dino autoriza 52 (cinquenta e dois) novos cargos em comissão na Secretaria de Estado de Articulação Política – SECAP. A incoerência do governador Flávio Dino ficou evidente pelo número exorbitante de comissionados na Secretaria, já que dos 132 (cento e trinta e dois) cargos existentes, 115 (cento e quinze) são comisisonados.

Para o deputado Wellington, manobras desse tipo só evidenciam o uso da máquina pública em benefício próprio por parte do governador Flávio Dino, já que prioriza cargos comissionados em vez da nomeação dos aprovados.

“O que temos é a farra dos comissionados no Governo Dino. No dia 05 de março, votei contra a medida provisória nº 338/2021 do Governador que desmembrava a Secretaria de Articulação Política e Comunicação Social, SECAP. Votei contra porque vi que era mais uma manobra de alterar a estrutura das secretarias e transformar um cargo em vários para assim beneficiar seus apadrinhados políticos. Agora, a SECAP tem 52 novos cargos comissionados. Flávio Dino diz que não pode nomear os aprovados em concursos por falta de recursos, mas acabou de criar 52 cargos comissionados. A verdade é que para aumentar o número de comissionados sempre existem recursos. É muita incoerência”, disse o deputado Wellington.

Os fatos foram formalizados e encaminhados à Promotoria de Probidade para a adoção das devidas providências.

Por Daniel Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário