Rádio Eldorado de Codó

terça-feira, 5 de outubro de 2021

TSE marca dissimulação de transparência para próxima segunda-feira (4). Essa gente pensa que todos eleitores são bestas quadradas?

O eleitor lá quer saber de codigo-fonte manipulável!
O eleitor quer vê é seu voto impresso para saber se não foi enganado.

Na sua saga de resistência ao voto impresso que dar maior transparência, os agentes do TSE avisa que irão fazer abertura dos códigos-fontes dos sistemas de votação das urnas eletrônicas para as eleições 2022; diz que permitirão acesso à sala na qual estarão os computadores da Corte Eleitoral para aqueles que desejarem inspecionar os códigos-fonte.

Agora me diz se isso não é achar que o eleitor é um abestado.

Quando terminar a visita os computadores ficarão sob a responsabilidade de quem?

Não é dos mesmos que de antes?

Quem garantes que os software mostrados serão os mesmos que estarão nas maquinas no dia da eleição? ou se não foram modificados?

Por acaso o eleitor entende alguma coisa de código-fonte?

Quando ele vai a uma lotérica, o atendente lhe mostra o código-fonte da maquina ou lhe imprime um comprovante do jogo para verificação?

Quando se faz um depósito no caixa eletrônico, a maquina mostra um código-fonte ou ela lhe fornece um comprovante impresso do depósito?

Por que o TSE impede que o voto eletrônico seja impresso? O que está por trás dessa resistência?

Enquanto não houver voto eletrônico impresso todas essas dissimulação do TSE não passa de atitude de quem acha que todos eleitores do Brasil são bestas quadradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário